Publicidade:

Tecnologia pura

Foram 52 câmeras, quatro atletas e uma piscina de ondas – Malásia. Tempo estimado de ação para cada surfista conseguir “aquele take”: 1h. Bem, choveu e as fotos para a propaganda do novo shorts da Rip Curl tiveram que ficar para noite. Muito melhor, pois a luz ficou diferente e tudo pareceu meio dourado. Esta foi até agora a ação mais inovadora da marca, que se aliou à empresa Timeslice Films para conseguir realizar o projeto. “Eles desenvolveram essa tecnologia que chama ‘bullet time’ (tempo de bala), que foi vista no filme Matrix. Nós pegamos o melhor shorts, colocamos no melhor lugar em uma ação pioneira que mostra a inovação que temos no nosso produto”, explicou Neil Ridgway, diretor de marketing da Rip Curl. Como se não bastasse o aparato fotográfico, as duas empresas ainda tiveram que montar uma superestrutura para conseguir o lugar certo da manobra e o momento ideal do disparo. Este tipo de captação já foi utilizado em outras ações promocionais e também em filmes, porém no surf foi a primeira tentativa da história. “Quando eles chegaram com a ideia eu pensei: ‘fantástico, vamos lá'”, disse Callum McMillan da Timeslice Films. “Aí depois de uma reunião eu disse: ‘nós temos que fazer isso!’. Então tínhamos 52 câmeras e um gatilho que disparava todas elas ao mesmo tempo em sequência. Tinha também os caras que procuravam o momento ‘tic’ para congelar a imagem. E também havia uma leva de computadores e softwares para nos ajudar a descarregar, downlodar as fotos e arrumar tudo. Assim os caras da Rip Curl e os surfistas podiam ver o que estava rolando ali no set mesmo”. Bem, agora assista ao making of desta ação inovadora. http://www.youtube.com/watch?v=lyDVmIDv_4c Rip Curl – Mirage boardshorts http://www.youtube.com/watch?v=ZlZPmABrLu8 Leia abaixo uma rápida entrevista de Andy Morris, da ESPN, com Mick Fanning sobre sua experiência na piscina de ondas. Foi chocante ver o seu estilo de ângulos que você nunca tinha visto? Aquelas cenas a La Matrix deixaram todo mundo louco na primeira vez que vimos. Então me ver surfando daquela maneira, foi alucinante. Não revelou nada diferente na verdade, tecnicamente, porque eu já me vi surfar de muitos ângulos diferentes. Foi somente muito louco ver todos aqueles ângulos em uma única imagem. O que você pensou quando você se viu primeiro de frente depois de costas na mesma manobra? É simplesmente uma coisa alucinante quando você vê da primeira vez. Foi isso que eu tirei dessa experiência. Agora que você mencionou, eu poderia ver as imagens novamente para checar mais cuidadosamente a técnica e o estilo. Entretanto, essa não é uma onda de verdade, então você tem que ajustar sua técnica para compensar isto. Portanto, eu não mudaria nada na minha técnica só por olhar as imagens. Essa foi a primeira vez que você surfou em uma piscina de ondas? Sim. Foi uma experiência incrível. É muito bizarro surfar em uma piscina de ondas. Como que eles fazem as ondas? Tem uns tanques gigantes logo atrás da parede do muro, que ficam acumulando muita água. E eles soltam toda a água de uma vez só, isso cria a onda. Eles podem aumentar o tamanho e isso determina aonde a onda quebra. No tamanho médio, elas quebram no melhor lugar da piscina, duram mais e também tem mais força. Quando fica maior elas quebram mais ao fundo. Demora um pouco para você se acostumar, mais uma vez que você entende a personalidade da piscina se torna a onda mais previsível do mundo. Mas não quebra com nenhuma força.

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias