24.7 C
Hale‘iwa
sábado, 20 abril, 2024
24.7 C
Hale‘iwa
sábado, 20 abril, 2024

Brasil Surf Pro

Fotos Fábio Minduim “Foi show fazer minha primeira final com o Rudá (Carvalho). É um grande amigo, mas estava focado na vitória”, comemorou Alan Jhones que, além de conseguir sua primeira vitória na elite do surf nacional – em seu primeiro ano de circuito, agora lidera o ranking geral. Suelen Naraísa garantiu o favoritismo e venceu a final contra a catarinense Juliana Quint. Vice colocada na etapa de abertura do Brasil Surf Pro, Juliana lamentou a derrota: “Foi minha pior bateria, infelizmente. Acho que a hora de vencer a Suelen era agora, perdi por muito pouco, precisava só de 2 e pouco para vencer, mas os juízes não deram a nota. Mas é isso aí, eles sabem o que fazem e vamos continuar na busca do título brasileiro”. Já Suelen, local de Ubatuba (SP), que quase não passou das semis, quando pegou uma onda no último minuto e virou sua bateria em cima da paraibana Diana Cristina, continua bastante confiante na corrida pelo bicampeonato do Brasil Surf Pro. “Já ganhei arrebentando a bateria, já ganhei na tática e agora ganhei só com uma onda. Demorei muito para ser campeã pela primeira vez e esse ano quero o bi para dedicar ao meu avô, que faleceu um pouco antes da primeira etapa lá em Ubatuba”. No sábado aconteceu a Expression Session, onde quem apresentasse a melhor manobra, levava o prêmio de 8 mil reais. “Antes desse (aéreo), eu tinha tentado um e a prancha trincou. Até ia sair do mar, mas fiquei pra pegar outra onda e aí completei esse aéreo que foi animal”, vibrou Michel Roque. Esta segunda parada teve também um espírito de responsabilidade social. Dez caixas de roupas foram doadas pelos surfistas e também pelo público para as vítimas das enchentes em Pernambuco. David Araújo, representante da Associação Comercial de Porto de Galinhas e também membro do projeto Hippocampus, veio receber as doações para levá-las para o município de Barreiros, um dos mais afetados da região. Marcelo Andrade, da ABRASP, Geraldo Cavalcanti, da Associação Nordestina de Surf, e Sergio Mello, da Brasil1, fizeram a entrega das doações. Confira o vídeo da etapa: http://www.youtube.com/watch?v=N2oJz6_neaw BRASIL SURF PRO DE PERNAMBUCO – Praia do Cupe, Ipojuca: FINAL MASCULINA – 12,83 x 11,03 pontos: Campeão: Alan Jhones (RN) com notas 7,33 e 5,50 – R$ 25.000 e 1.000 pontos Vice-campeão: Rudá Carvalho (BA) com 6,83 e 4,20 – R$ 12.000 e 860 pontos SEMIFINAIS MASCULINAS – 3.o lugar R$ 7.000 e 730 pontos: 1.a: Alan Jhones (RN) 15.06 x 11.47 Tânio Barreto (AL) 2.a: Rudá Carvalho (BA) 11.83 x 11.20 Renato Galvão (SP) FINAL FEMININA – 5,00 x 4,67 pontos: Campeã: Suelen Naraisa (SP) com notas 3,67 e 1,33 – R$ 9.000 e 1.000 pontos Vice-campeã: Juliana Quint (SC) com notas 2,67 e 2,00 – R$ 4.500 e 860 pontos SEMIFINAIS FEMININAS – 3.o lugar – R$ 3.500 e 730 pontos: 1.a: Suelen Naraisa (SP) 10.90 x 9.00 Diana Cristina (PB) 2.a: Juliana Quint (SC) 11.07 x 9.50 Camila Cássia (SP) RANKING BRASILEIRO MASCULINO – 2 etapas: 1: Alan Jhones (RN) – 1.730 pontos 2: Leonardo Neves (RJ) – 1.400 3: Rudá Carvalho (BA) – 1.360 4: Marcio Farney (CE) – 1.260 5: Hizunomê Bettero (SP) – 1.220 6: Renato Galvão (SP) – 1.130 6: Heitor Pereira (SP) – 1.130 8: Tânio Barreto (AL) – 1.090 9: Messias Felix (CE) – 1.010 9: Pedro Henrique (RJ) – 1.010 9: Odirlei Coutinho (SP) – 1.010 9: Jean da Silva (SC) – 1.010 9: Flavio Nakagima (SP) – 1.010 14: David do Carmo (SP) – 1.000 14: Leandro Bastos (RJ) – 1.000 14: Franklin Serpa (BA) – 1.000 RANKING BRASILEIRO FEMININO – 2 etapas: 1: Suelen Naraisa (SP) – 2.000 pontos 2: Juliana Quint (SC) – 1.720 3: Diana Cristina (PB) – 1.400 4: Camila Cássia (SP) – 1.285 5: Gabriela Teixeira (RJ) – 1.230

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias