Publicidade:

CAETANO É CAMPEÃO

Enfim, após o sufoco do flat ter dado um tempo, ondinhas de meio metro com boa formação deram as caras e o sol brilhou para Caetano Vargas neste domingo. Esta foi sua primeira final em eventos do Circuito Mundial, assim como também foi a de seu oponente e respectivo vice colocado, Magno Pacheco. Os favoritos e já bastante vitoriosos ficaram nas semifinais. Renato Galvão e David do Carmo, nas semis eram final anunciada, porém ambos não se encontraram em suas baterias. “O mar ficou bem difícil e sem onda não dá pra surfar. O Caetano teve sorte de pegar uma primeira muito boa no início, uma das melhores desta manhã”, desabafou Renato Galvão, que é recordista em vitórias de etapas do SuperSurf, cinco no total. Até o momento um fato interessante. Em duas etapas do circuito SuperSurf, três finalistas novatos. Em Ubatuba, Marco Aurélio, de apenas 18 anos, levantou o caneco. E agora em Maresias, Magno Pacheco vice, e Caetano Vargas campeão. “A gente sempre chega com uma esperança, mas não acredita tanto que vai vencer. Mas campeonato é isso mesmo, acho que hoje era o meu dia”, disse Caetano, que com essa vitória passa a assumir a dianteira na corrida pelo Peugeot oferecido àquele que totalizar melhores resultados nas quatro etapas do SuperSurf International 2010. “Estamos praticamente no começo, ou na metade do circuito, então acredito que tudo vai ser decidido mesmo nas duas últimas etapas”, analisou o atual líder, que acabou de levar US$12 mil pra casa. As etapas do SuperSurf International fazem parte tanto para o ranking da ASP South America quanto para o ASP World Tour Ranking. Aqui os resultados: RANKING SUPERSURF 2010 – 2 etapas: 1: Caetano Vargas (PR) – 1.500 pontos 2: Marco Aurelio (SP) – 1.400 3: Renato Galvão (SP) – 1.230 4: Robson Santos (SP) – 1.180 5: Simão Romão (RJ) – 1.050 6: Caio Ibelli (SP) – 1.010 6: Denis Tihara (BA) – 1.010 8: Magno Pacheco (SP) – 1.004 9: Messias Felix (CE) – 970 9: Victor Ribas (RJ) – 970 9: Saulo Junior (SP) – 970 RANKING ASP SOUTH AMERICA – SUL-AMERICANO – 9 etapas: 1: Alejo Muniz (SC) – 7.255 pontos 2: Raoni Monteiro (RJ) – 7.114 3: Willian Cardoso (SC) – 7.059 4: Hizunomê Bettero (SP) – 6.976 5: Heitor Alves (CE) – 6.083 6: Wiggolly Dantas (SP) – 5.728 7: Rodrigo Dornelles (RS) – 5.637 8: Leandro Bastos (RJ) – 4.602 9: Pedro Henrique (RJ) – 4.594 10: Gustavo Fernandes (RJ) – 4.374 ASP WORLD RANKING – 24 etapas: 1: Taj Burrow (AUS) – 24.125 pontos 2: Jordy Smith (AFR) – 22.191 3: Kelly Slater (EUA) – 21.750 4: Jadson André (BRA) – 21.689 5: C. J. Hobgood (EUA) – 19.484 6: Adriano de Souza (BRA) – 18.557 7: Mick Fanning (AUS) – 17.794 8: Bede Durbidge (AUS) – 16.183 9: Dane Reynolds (EUA) – 16.003 10: Chris Davidson (AUS) – 15.813 ————próximos brasileiros: 15: Heitor Alves (BRA) – 11.460 pontos 16: Raoni Monteiro (BRA) – 10.995 18: Wiggolly Dantas (BRA) – 10.484 23: Alejo Muniz (BRA) – 9.847 27: Willian Cardoso (BRA) – 9.421 32: Neco Padaratz (BRA) – 8.608 42: Hizunomê Bettero (BRA) – 7.182 43: Rodrigo Dornelles (BRA) – 7.179 55: Marco Polo (BRA) – 5.996

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias