23.2 C
Hale‘iwa
quarta-feira, 17 abril, 2024
23.2 C
Hale‘iwa
quarta-feira, 17 abril, 2024

JUNIOR ESTÁ DE VOLTA

Texto Matias Lovro / Fotos Matias Lovro e Daniel Smorigo (ação) Um dia antes da final, Junior Faria disse que não estava indo tão bem no WQS quanto esperava, desde que voltara a vestir as lycras de competição. O paulista de 23 anos pode retirar o que disse, pois, neste domingo, venceu a etapa cinco estrelas da divisão de acesso do Circuito Mundial, no Farol de Santa Marta, SC. Com a vitória sobre o catarinense Pedro Norberto, levou para casa 16 mil dólares e 2.000 pontos no ranking da ASP. Após muito vento, chuva e dias sem onda, o dia decisivo amanheceu com boas ondas e vento terral bombando na Praia do Cardoso. Desde sua primeira bateria do dia, Junior já se mostrou em sintonia com as ondas, deixando o carioca Jerônimo Vargas em combinação nas oitavas, com um dos maiores placares do evento (16,27 pontos). Em seguida, passou pelo gaúcho Rodrigo Dornelles e, na semifinal, por Hizunomê Bettero. Na final, recebeu um 7,40 dos juízes após detonar uma esquerda com batidas e rasgadas e um 7,73 por um aéreo rodando – ambas as ondas no começo da bateria. “Dei uma sorte do caramba”, disse o campeão. “Aproveitei as ondas que vieram, depois não veio mais nada. Mas acertar aquele aéreo também foi demais”. Pedro Norberto também fez um 7,00 nos primeiros minutos, mas não conseguiu achar mais nada até o fim da bateria. Outra série só voltou a aparecer no último minuto, porém veio fechando.Um dos destaques do sábado, o paulista Caio Ibelli, parou nas semifinais contra o vice-campeão Norberto, repetindo o 3º lugar que conquistara na etapa da ASP na Praia Mole, em Florianópolis, em maio. O outro semifinalista, Hizunomê Bettero, também teve seus momentos de glória na competição. Além do terceiro lugar, venceu a Expression Session que rolou antes da final, embolsando 2 mil dólares. Após a liderança passar entre os atletas conforme pegavam tubos no inside, na frente do palanque, Hizú achou o mais fundo e longo deles, tomando definitivamente o primeiro lugar. “Fiquei olhando essa onda antes da semifinal, mas ela não era muito constante, então preferi não arriscar. Agora não, fiquei ali até ela aparecer. Peguei altas ondas durante o evento e agora fechei com chave-de-ouro”, vibrou o ubatubense. A próxima etapa do WQS, classificado como quatro estrelas, ocorre entre os dias 29 de junho e 4 de julho em Maresias, São Sebastião, SP. FINAL DO SOUTH TO SOUTH SANTA MARTA PRO: Campeão: Junior Faria (BRA) com 15,13 pontos – US$ 16.000 e 2.000 pontos Vice-campeão: Pedro Norberto (BRA) com 7,00 pontos – US$ 9.000 e 1.500 pontos SEMIFINAIS – 3.o lugar – US$ 4.500 e 1.125 pontos: 1.a: Pedro Norberto (BRA) 14.73 x 9.73 Caio Ibelli (BRA) 2.a: Junior Faria (BRA) 14.83 x 12.77 Hizunomê Bettero (BRA) QUARTAS-DE-FINAL – 5.o lugar – US$ 2.800 e 844 pontos: 1.a: Pedro Norberto (BRA) 11.27 x 7.70 Jano Belo (BRA) 2.a: Caio Ibelli (BRA) 10.70 x 9.50 Tomas Hermes (BRA) 3.a: Hizunomê Bettero (BRA) 14.50 x 9.00 Ricardo Ferreira (BRA) 4.a: Junior Faria (BRA) 13.10 x 9.00 Rodrigo Dornelles (BRA) OITAVAS-DE-FINAL – 9.o lugar – US$ 2.000 e 633 pontos: 1.a: Pedro Norberto (BRA) 13.26 x 10.40 Messias Félix (BRA) 2.a: Jano Belo (BRA) 9.50 x 7.56 Leandro Bastos (BRA) 3.a: Caio Ibelli (BRA) 14.17 x 7.50 Patrick Tamberg (BRA) 4.a: Tomas Hermes (BRA) 10.50 x 5.27 Felipe Ximenes (BRA) 5.a: Hizunomê Bettero (BRA) 12.50 x 8.66 Guilherme Ramalho (BRA) 6.a: Ricardo Ferreira (BRA) 13.67 x 13.60 Beto Mariano (BRA) 7.a: Junior Faria (BRA) 16.27 x 7.43 Jeronimo Vargas (BRA) 8.a: Rodrigo Dornelles (BRA) 13.26 x 11.66 Jorge Spanner (BRA) ASP WORLD RANKING – 23 etapas: 1: Taj Burrow (AUS) – 24.125 pontos 2: Jordy Smith (AFR) – 22.191 3: Kelly Slater (EUA) – 21.750 4: Jadson André (BRA) – 21.689 5: C. J. Hobgood (EUA) – 19.484 6: Adriano de Souza (BRA) – 18.557 7: Mick Fanning (AUS) – 17.794 8: Bede Durbidge (AUS) – 16.183 9: Dane Reynolds (EUA) – 16.003 10: Chris Davidson (AUS) – 15.813 ———-próximos brasileiros: 15: Heitor Alves (BRA) – 11.460 pontos 16: Raoni Monteiro (BRA) – 10.995 21: Wiggolly Dantas (BRA) – 10.247 23: Alejo Muniz (BRA) – 9.847 27: Willian Cardoso (BRA) – 9.421 32: Neco Padaratz (BRA) – 8.608 45: Rodrigo Dornelles (BRA) – 7.001 47: Hizunomê Bettero (BRA) – 6.866 55: Marco Polo (BRA) – 5.996  

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias