Publicidade:

RipCurl Guarujaense de Surf 2015

 

Com etapas nas três praias mais conhecidas para o surf na Cidade, o Rip Curl Guarujaense de Surf 2015 começa nos próximos dias 22 e 23 na praia de Pernambuco. Novamente, o Circuito terá como grande atração o título especial de supercampeão, com a disputa entre os campeões municipais, valendo uma viagem para a Indonésia, com passagens aéreas e hospedagem durante dez dias na ilha de Bali.

“Um prêmio para valorizar o melhor surfista de Guarujá, num dos destinos mais cobiçados do mundo todo e em linha com o "The Search", que é a filosofia da Rip Curl pela busca da onda perfeita”, diz Fernando Gonzalez, do marketing da Rip Curl.

Este é o sétimo ano seguido que a Rip Curl é a patrocinadora master do campeonato organizado pela Associação de Surf de Guarujá (ASG). Mais do que colaborar para a revelação, formação e mesmo manutenção de talentos da Cidade, a proposta da marca é interagir com a comunidade onde está inserida, uma vez que a sede no Brasil está justamente em Guarujá, na Praia da Enseada (desde 2002), e também promover ações socioambientais.

“Temos um carinho especial por este circuito, pela Rip Curl ter escolhido Guarujá há quase quinze anos como local para nossa operação no Brasil e, pela força que representa com tantos valores revelados. Teremos etapas em três praias que oferecem condições excelentes e o objetivo é oferecer aos atletas as melhores situações possíveis para competir”, destaca Fernando. “Também teremos a distribuição de mudas nativas para o público, como forma de incentivar a defesa do meio ambiente, e arrecadação de alimentos nas inscrições para doação a instituições assistenciais da Cidade”, acrescenta.

Depois da abertura na Praia de Pernambuco, o Rip Curl Guarujaense de Surf terá etapas nos dois meses seguintes, nos dias 26 e 27 de setembro, na praia do Tombo, e nos dias 10 e 11 de outubro, na praia de Pitangueiras (Canto do Maluf). Neste último evento, os campeões municipais competem numa mesma bateria, valendo a passagem e a hospedagem para Bali, que são intransferíveis.

Em disputa as categorias open, júnior (até 18 anos), mirim (no máximo 16 anos), iniciante (limite de 14 anos),  estreante (12 anos para baixo), feminina, master (35 anos em diante), longboard (pranchões) e Stand Up Paddle (SUP). “Dessa forma, incentivamos o trabalho de base e também prestigiamos as outras categorias que têm muita força nas nossas ondas. Assim, mantemos um nível técnico excelente, como em todos os anos”, afirma o diretor-técnico da ASG, Ricardo Simonian, o Roley.

INSCRIÇÕES – As inscrições serão abertas na segunda-feira (10) no palanque fixo Paulo Tendas, na praia do Tombo, das 14 às 18h, com Ivo. A primeira semana é exclusiva para os atletas que moram em Guarujá, e a partir do dia 17 as vagas remanescentes serão disponibilizadas a surfistas de outras cidades. A taxa é de R$ 80,00, mais um quilo de alimento não perecível (exceto sal e açúcar), que deve se entregue, obrigatoriamente, no ‘Beach Marshall’, antes da disputa da primeira bateria. Informações pelos telefones (13) 99101.8367, com Roley, e (13) 33543191, com Paulinho.

2014 – No ano passado, Magno Pacheco sagrou-se supercampeão do Rip Curl Guarujaense, repetindo o mesmo resultado de 2013, para ganhar a viagem para a Indonésia, que está aproveitando exatamente agora. Ele faturou a categoria open e foi o melhor na disputa entre os campeões do Circuito. Outro destaque do campeonato foi Eduardo Motta, conquistando os títulos da iniciante e da estreante (onde comemorou o tri).

O veterano Jojó de Olivença ergueu novamente a taça da master, sendo o único a ter 100% de aproveitamento nas três etapas. Também faturaram os títulos: Edgard Groggia, na júnior; Leonardo Guimarães, na mirim; Michel Jonas, no SUP; Kayane Reis, com o bi na feminina; e Luan Xavier, na longboard. Como Kayane é de Saquarema e Luan é de Itanhaém, Erica Lima e Danilo Rodrigo foram declarados campeões municipais, respectivamente.

Magno Pacheco é o atual tri do ‘supercampeão’

Pelo terceiro ano o título de ‘supercampeão’ ficou com Magno Pacheco, o Tim. No ano passado, a vitória na bateria especial foi mais do que convincente, com o placar de 17,10 pontos de 20 possíveis, deixando Edgard Groggia em segundo, com 11,54 e Danilo Rodrigo em terceiro, com 11,53.

Título exclusivo do Circuito Guarujaense, o ‘supercampeão’ foi criado em 2002, como forma de deixar a final do ranking mais atraente. Magno foi o primeiro tri da disputa, também vencendo em 2013 e 2006. Outros três surfistas venceram dois anos: Ricardo Silva levou na segunda edição, em 2002, e depois em 2005; Emerson Silva foi o melhor dois anos seguidos, em 2007 e 2008; enquanto que Yagê Araújo, baiano radicado na Cidade, garantiu o título em 2009 (à época com apenas 15 anos) e em 2012.

Na lista dos supercampeões também estão Rodrigo Silva, o primeiro vitorioso, em 2002; Leonardo Oliveira, em 2004; Wesley Moraes, em 2010; e Gabriel André, em 2011, o mais jovem de todos, com 14 anos.


Magno Pacheco é o atual tricampeão do Circuito. Foto: Divulgação

GALERIA DOS SUPERCAMPEÕES DO CIRCUITO GUARUJAENSE DE SURF

2002 – Rodrigo Silva

2003 – Ricardo Silva

2004 – Leonardo Oliveira

2005 – Ricardo Silva

2006 – Magno Pacheco

2007 – Emerson Silva

2008 – Emerson Silva

2009 – Yagê Araújo

2010 – Wesley Moraes

2011 – Gabriel André

2012 – Yagê Araújo

2013 – Magno Pacheco

2014 – Magno Pacheco

CLASSIFICAÇÃO DO SUPERCAMPEÃO 2014

1 Magno Pacheco – 17,10

2 Edgard Groggia – 11,54

3 Danilo Rodrigo – 11,53

4 Leonardo Guimarães – 9,60

5 Jojó de Olivença – 9,30

6 Eduardo Motta – 5,93

RANKING FINAL DE 2014 – APÓS 3 ETAPAS OPEN

1 Magno Pacheco – 2.900

2 Carlos Eduardo – 2.556

3 Kalani Silva – 1.896

4 Wesley Moraes – 1.760

JÚNIOR

1 Edgard Groggia – 2.710

2 Leonardo Guimarães – 1.690

3 Gabriel André – 1.620

4 Kauê Silva – 1.612

SUP

1 Michel Jonas – 2.620

2 Eric Miyakawa – 2.000

3 Adriano Lima – 1.943

3 Angelo Gomes – 1.718

MASTER

1 Jojó de Olivença – 3.000

2 Kias de Souza – 2.331

3 Rogério Guirra – 2.276

4 Eduardo Febem – 2.114

LONGBOARD

1 Luan Xavier (Itanhaém) – 2.539

2 Danilo Rodrigo – 2.087

3 Jonas Lima (Itanhaém) – 1.916

4 Bruno Prosdócimi – 1.771

MIRIM

1 Leonardo Guimarães – 2.629

2 Giovani Pontes – 2.160

3 Alax Soares – 1.718

4 Derek Marcio – 1.466

INICIANTE

1 Eduardo Motta – 2.900

2 Guilherme Jesus – 2.241

3 Kauê Germano – 1.810

4 Mateus Lima – 1.710

FEMININO

1 Kayane Reis (Saquarema/RJ) – 2.656

2 Erica Lima – 2.241

3 Louise Frumento – 1.2.160

4 Júlia Santos (São Vicente) – 2.000

ESTREANTE

1 Eduardo Motta – 2.900

2 Kauai Marinho (Saquarema/RJ) – 2.276

3 Luiz Fernando – 1.968

4 Kauê Germano (São Sebastião) – 1.900

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias