Publicidade:


Publicidade:

HARDCORE 308 -– VIAGEM – Julho/15

Em julho, a HARDCORE chega às bancas para inspirá-lo a pegar a estrada. Neste especial de viagens, apresentamos o paraíso das surf trips em Arraial do Cabo (RJ). Ainda cruzamos o Oceano Atlântico em busca da direita perfeita de Moçambique, conhecida como Kirra Africana.

Já no Journal, separamos sete trips surf-custo-benefício nas Américas, África e Europa, para fugir do dólar, já que o real desvalorizado aperta o orçamento. E contamos como ocorreu a descoberta da polinésia por asiáticos, na primeira reportagem da série Viagens Históricas.

Ainda batemos um papo com os australianos Josh Kerr e Noa Deane, que em comum possuem o estilo progressivo, mas possuem distintas personalidades.

No 10 Perguntas tem entrevista com James B, o misterioso comentarista de fóruns de surf que assumiu a responsa de defender os brasileiros dos ataques gringos.

Além disso, a crônica do Fiji Pro, o Raio-X do J-Bay Pro, percorremos a Europa por meio do documentário The Old, the Young & the Sea e escutamos o segredo da prancha mágica do surfista Junior Faria.

Garanta a sua. Já nas bancas!

“Você pode já ter viajado por boa parte do Brasil, mas dificilmente vai conhecer um pico mais bonito que Arraial do Cabo. […] Todo o visual entra em sintonia perfeita quando as ondulações chegam a algumas praias, que são o tesouro de sortudos surfistas que não perdem nenhum swell na região.”

É assim que o surfista e jornalista Gabriel Pastori introduz a matéria sobre Arraial do Cabo, recanto mágico de ondas no Rio de Janeiro. Prova do quão clássico os picos da região quebram é a capa desta HARDCORE de julho, com o Matheus Faria entocado na Praia Brava. Além de Pastori e Faria, Raoni Monteiro e Jorge Porto “Dody” dão pitacos sobre esse litoral abençoado pelos breaks de Praia Grande, Baixio e Brava.

“A África tem o hábito de contrariar noções preconcebidas e de nos surpreender. É um continente com tanta diversidade que faz com que tudo seja possível.”

É assim que o fotógrafo sul-africano Alan van Gysen define seu continente natal. Nesta edição, ele relata a expedição que fez para Moçambique, onde encontrou a direita perfeita conhecida como Kirra Africana. Com o objetivo de filmar para Strange Rumblins, da Globe, os progressivos e versáteis surfistas Jordy Smith, Creed McTaggart, Nate Tyler, Dion Agius, Brendon Gibbens e CJ Hobgood.

“Gosto da maneira como a nova geração brasileira se comporta. Por um lado, são educados e cordiais, por outro eles não parecem esperar pela aprovação dos australianos, havaianos e americanos.”

Essa é a visão do aussie Noa Deane sobre a Brazilian Storm, que transparece em entrevista franca ao lado do conterrâneo Josh Kerr. Quem conduziu o papo foi nosso editor internacional Steven Allain, durante o Rio Pro, em barca da Rusty pelo eixo Rio-SP. Além da Tempestade, os australianos divagam sobre Gabriel Medina, Adriano de Souza, a reputação brasileira pelo planeta, o surf no mainstream, a WSL, competição x freesurf e o bom e velho Kelly Slater. Ideais diferentes nas mentes de dois expoentes progressivos da terra dos cangurus.

[vimeo 131690995 w=600 h=337]

10 Perguntas: James B

“Eu realmente quero fazer o contraponto. O Brasil é o patinho feio lá fora. Tu vê o Medina, campeão mundial, na minha opinião absolutamente indiscutível (…) e na mídia estrangeira foi praticamente ignorado – isso quando os caras não falam mal, criticam ou colocam pra baixo.”

Na seção 10 Perguntas, Steven Allain entrevista o misterioso James B, comentarista adicto de fóruns de surf em sites do mundo inteiro. O brasileiro assumiu a responsa de defender o Brasil dos agressivos e xenofóbicos haters. Sob condição de anonimato, descobrimos por que James B adquirou respeito até dos gringos mais malas: o cara manja muito de surf!

“Por volta de 1000 a.C., marinheiros preparavam-se para a expedição que tomou desconhecida parcela do Oceano Pacífico. Pelas veias desses pioneiros, circulava o sangue desbravador dos ancestrais. Na mente, o conhecimento milenar em navegação.”

Na estreia da série Viagens Históricas, o editor assistente Kevin Damasio remonta as viagens de asiáticos que desbravaram o que hoje conhecemos como Polinésia. Expedições que duraram dois milênios, a bordo de canoas, guiados apenas pelo conhecimento em corpos celestes, ondulações, ventos e outros aspectos da natureza, como o fluxo de aves migratórias.

Saideira de alto nível. A modelo Rafaela Machado deita à beira do coping block no ensaio da seção Lay Day, exalando perfeição para as lentes de Haruo Kaneko, da BrWax.

[vimeo 132550468 w=600 h=338]

 
Matheus Faria, Arraial do Cabo, Rio de Janeiro. Foto: Jorge Porto “Dody”

REVISTA HARDCORE, COMPRE A SUA, OU CLIQUE AQUI PARA ASSINAR

DISPONÍVEL TAMBÉM NA VERSÃO TABLET, COM FOTOS E VÍDEOS EXTRAS E NAVEGAÇÃO INTELIGENTE.

PARA BAIXAR O APLICATIVO, PROCURE POR “REVISTA HARDCORE” NA APP STORE OU PLAY STORE.

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias

HC #347 – CONEXÃO RJ-SP

Duas Capas! Dois personagens distintos do surf brasileiro! Jeronimo Vargas e Victor Bernardo estampam...

HARDCORE ESPECIAL: 30 ANOS DE...

Três décadas ininterruptas de surf. E representar toda a essa história nas páginas de...

HC #345 – A Mística...

Opersonagem principal da HARDCORE #345 não é uma pessoa, e sim um lugar. Fernando de...

HC Especial Bi Mundial –...

O desfecho ideal de uma temporada dominante. Em 2018, o fenômeno da Tempestade Brasileira...