23 C
Papeete
quarta-feira, 22 maio, 2024
23 C
Papeete
quarta-feira, 22 maio, 2024

Especial: A campanha de Medina


Gabriel Medina só depende de si para trazer o primeiro caneco de campeão mundial para o Brasil. Foto: ASP

Estamos a poucos dias do início do Pipe Masters, evento de encerramento do World Tour, que definirá o campeão mundial da temporada entre os dias 8 e 20 de dezembro, no North Shore de Oahu, Hawaii. O brasileiro Gabriel Medina, o australiano Mick Fanning e e o americano Kelly Slater são os três concorrentes ao caneco do ano. 

Clique aqui e confira as baterias do Round 1

Com três vitórias nesta temporada, Medina é o líder com 56.550 pontos; seguido por Mick na vice-liderança com 53.100; com o Careca, dono de 50.050 pontos, na terceira colocação. O brasileiro chega ao Hawaii dependendo apenas de si para trazer o primeiro título de campeão mundial para o Brasil. Para garantir o título, o paulista precisa alcançar à decisão da última etapa do Tour, ou torcer por um tropeço precoce que Slater e Fanning. 

Confira infográfico com as chances de Medina ser campeão

Abaixo, você relembra os principais momentos das três vitórias de Medina na temporada e assiste aos highlights das conquistas em Snapper Rocks, Fiji e Teahupoo: 

 

SNAPPER ROCKS, AUSTRÁLIA

 

Gabriel Medina chegou à costa dourada australiana para a primeira etapa da temporada longe de ser apontado como favorito. Contra ele, os números: dez anos sem vitória de um goofy footer, melhor resultado 13ª lugar, e locais favoritos e grandes conhecedores das ondas. A seu favor: sua dedicação, talento e força de vontade.

O paulista de Maresias usou uma estratégia diferente dos adversários, ao optar não usar o jet-ski para retornar ao outside em momentos cruciais. A jogada de mestre deu resultado e Gabriel desbancou os locais e maiores campeões do pico –  Mick Fanning, Taj Burrow e Joel Parkinson, nas fases finais. Com performances que não eram vistas há tempos por um goofy, Medina sagrou-se o primeiro campeão brasileiro do Quiksilver Pro Gold Coast.

Assista aos melhores momentos das finais do Quiksilver Pro Gold Coast 2014  

CLOUDBREAK, FIJI

Uma derrota precoce no Rio fez Medina chegar a Fiji na terceira colocação do ranking. 

O brasileiro apavorou nas ondas de Cloudbreak desde o início da etapa e manteve-se no comando das ações até o último dia de prova. Com tubos perfeitos entre 3 e 6 pés durante todos os dias de evento, Medina mostrou-se tecnicamente maduro, com leitura de onda e estratégias de baterias impecáveis. 

Na decisão, Medina aplicou outra jogada de mestre ao atrair o californiano Nat Young para dentro do pico e dropar uma onda pequena para se reposicionar. O paulosta garantiu sua segunda vitória na temporada e voltou a liderar o ranking do WCT. 

Assista aos melhores momentos das finais do Fiji Pro 2014  

TEAHUPOO, TAHITI

A última vitória do brasileiro nesta temporada aconteceu em Teahupoo, no Tahiti. A competição foi apontada por muitos como a mais épica da história do esporte, graças ao swell que proporcionou tubos clássicos de até 15 pés e condições desafiadoras para os melhores surfistas do mundo. 

Enquanto os holofotes estavam voltados para os favoritos John John Florence e Kelly Slater, Medina foi avançando suas baterias com uma solides absurda. O brasileiro ganhou confiança durante o evento. Errou muito pouco e levou o único wipeout da competição na final. 

Slater derrota John John em um duelo histórico na semifinal. Medina havia apostado nos longos tubos do inside desde o início da competição, mas sabia que precisava mais que isso para vencer Slater na decisão.

Gabriel Medina encarou o 11 vezes campeão mundial em uma decisão com todos os ingredientes de um grande batalha: caldos cabulosos, high scores, air drops e tubos majestosos. 

Além de repetir o feito do niteroiense Bruno Santos, único brasileiro até então a conquistar o título da etapa taitiana do WCT, em 2008, Medina provou que está pronto para dropar as maiores séries, colocar nos maiores tubos, e superar quem aparecer no seu caminho para conquistar seu primeiro título mundial. 

Assista aos melhores momentos das finais do Billabong Pro Tahiti 2014 

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias