26 C
Papeete
domingo, 21 julho, 2024
26 C
Papeete
domingo, 21 julho, 2024

Volcom Pipe Pro: Dia 2

Por Kevin Assunção

As ondas melhoraram e as séries ultrapassaram 15 pés no decorrer desta sexta-feira (1), para o segundo dia do Volcom Pipe Pro, que rolou até bateria de número 12 do Round 3.

Krystian Kymerson, Ricardo dos Santos e Wiggolly Dantas se classificaram para o Round 4. Leandro Bastos e Jessé Mendes disputam o mesmo confronto da terceira fase no sábado.

A melhor performance do dia foi de ninguém menos que John Florence. O dono da casa não teve dificuldades para dropar as bombas de Pipe, controlar a prancha no grab rail e sair em pé e seco dos tubos. John John somou 19.70 pontos, sendo que a maior nota valeu 9.97.

Nesta bateria, Sidney Guimarães começou bem, com 7.07. Mas não conseguiu substituir 2.50 e perdeu a segunda vaga para o havaiano Pancho Sullivan.

No confronto anterior, Ricardinho conquistou a classificação. O catarinense se jogou nas bombas, porém só saiu do barrel na última onda.

Krystian já tinha se mostrado à vontade no Round 2, na bateria em que avançou atrás de Nathan Florence. Na terceira fase, o capixaba liderou até os minutos finais, com dois passeios tubulares de frontside por Pipe que renderam elogios de Kelly Slater. O havaiano Olamana Eleogram venceu o confronto.

No R3, Jamie O’Brien e Kolohe Andino classificaram-se no primeiro confronto, e os havaianos Eala Stewart e Bruce Irons foram os destaques das duas baterias seguintes. Eles selecionaram as maiores e mais ocas ondas das séries que rolaram.

Na sequência, o rookie do WCT Nat Young sacou a segunda nota 10 do evento. De frontside, o americano dropou, encaixou no trilho e ficou o máximo de tempo possível dentro do cilindro. Ele controlou a bateria com 14.57, contra 9.80 do segundo colocado, o havaiano Kahea Hart.

Já Reef McIntosh e Chris Ward foram protagonistas da bateria mais disputada da terceira fase. McIntosh, o vencedor, entubou para a esquerda logo no início, quase alcançou a perfeição, com nota 9.90. Depois, o havaiano tirou um tubo 7.27.

Ward pegou três grandes tubos, dois em Pipe e um em Backdoor. O americano acumulou 16.27 e deixou para trás Antony Walsh e Nathan Yeomans.

Segunda fase

Pela manhã, Krystian Kymerson e Simão Romão correram a primeira bateria, válida pelo Round 2, contra Danny Fuller e Nathan Florence, o vencedor do confronto. O irmão de John John garantiu a liderança ao entubar em Pipeline e receber 9.23.

Krystian pegou dois tubos para a esquerda, cravou 12.16 pontos e esteve a frente em boa parte da bateria. Já Simão dropou reto uma onda e ficou preso no inside na hora de remar ao lineup. Ao tentar furar uma onda, ele bateu a cabeça no reef, engoliu um pouco d’água e teve que sair da água.

A chamada deste sábado (2) está marcada para às 15h30, no horário de Brasília. De acordo com a previsão, a ondulação perderá força, mas as bombas continuarão a aparecer. 

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias