28 C
Papeete
domingo, 19 maio, 2024
28 C
Papeete
domingo, 19 maio, 2024

Primeiro dia em Bells Beach

Por Fernando Maluf

Ondas pequenas definiram as nove primeiras baterias do Round 1 no Rip Curl Pro em Bells Beach, Australia. Dos três brasileiros que caíram na água, apenas Adriano de Souza avançou – Raoni Monteiro, Gabriel Medina e Jadson André foram para a respecagem.

Com séries escassas de 3 a 4 pés, Mineiro aplicou um surf veloz e preciso para fazer 16 pontos e garantir a liderança da bateria. Raoni começou a bateria com um surf muito agressivo nas direitas, e poderia ter feito melhor, mas terminou o duelo esperando uma onda que nunca veio. Taylor Knox apenas completou a bateria, com uma onda surfada e um total de 4 pontos. O detalhe é que a bateria número 3, com Mineiro, Raoni e Knox, teve só seis ondas surfadas ao todo.

Medina e Jadson também caíram na mesma bateria. Jadson surfou uma onda boa e não achou mais nada. Medina mostrou um backside afiado e ainda arriscou alguns aéreos, insuficientes pra superar o veterano Mick Fanning.

O destaque do dia, contrariando a lógica das direitas, foi o goofie footer Owen Wright, com uma performance sólida nas valas e um total de 17,93 pontos. Joel Parkinson foi bem e também venceu seu duelo com somatório acima dos 17 pontos. Kelly, Jordy e Jeremy se classificaram sem grandes problemas.

Mas o dia contou também com alguma surpresas. Kolohe Andino vinha surfando muito e tinha a vitória quase garantida contra Taj Burrow. Eis que o inesperado acontece. O wildcard Nic Muscroft pega uma ótima onda, a poucos minutos do fim, e passa à frente dos dois. Outra vitória improvável foi a de Travis Logie, que bateu os aussies Josh Kerr e Ace Buchan de uma vez numa bateria com condições já bem ruins.

Arbitragem confusa

Ao que parece, condições ruins não dificultam a vida só dos atletas. Até agora, sete ondas foram julgadas com mais de um ponto de discrepância entre as notas de dois juízes. A melhor onda de Raoni, por exemplo, uma sequência de floaters e rasgadas finalizada com um layback impressionante, teve média de 7,67 pontos, mas chegou a receber 8,7 de um dos juízes. Outro exemplo é o de Travis Logie, que passou sua bateria com uma vantagem de 0,03 pontos, recebendo no seu top score nota 6 de um juiz e 7,3 de outro. Apesar disso, a tendência é que, com condições mais sólidas, os juízes afinem o julgamento ao longo da semana.

O Rip Curl Pro Bells Beach deve recomeçar amanhã, a partir das 18h (horário de Brasília). Acompanhe ao vivo aqui e confira a cobertura aqui no site da HC.

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias