28 C
Papeete
domingo, 19 maio, 2024
28 C
Papeete
domingo, 19 maio, 2024

TOMAS É CAMPEÃO

Por Kevin Assunção

O ranking do Brasil Surf Pro 2011 terminou da mesma forma que começou, com Tomas Hermes e Diana Cristina no topo. Eles não deixaram nenhuma vez a liderança do campeonato e foram recompensados neste sábado de ondas de meio metro, na Praia da Joaquina, Florianópolis, palco da última etapa do BSP.

Tomas faturou a primeira parada deste ano na Praia do Cupe, em Pernambuco. Desde então, contou com a queda precoce dos que mais o ameaçavam. Esta etapa na Joaquina serve como exemplo, porque a eliminação para Renato Galvão ocorreu na mesma fase em que os candidatos ao campeonato Flávio Nakagima, Jean da Silva, Odirlei Coutinho e Jano Belo perderam.

Esta foi a segunda conquista do catarinense no Circuito Brasileiro. Em 2010, ele foi o melhor no Brasil Tour. Tomas pôde comemorar quando o amigo Willian Cardoso eliminou, nas quartas, Messias Félix, que por pouco não virou a bateria com um aéreo bem aplicado. “O vento me travou, fiquei com o corpo um pouco para trás. Se tivesse um vento contrário, acho que teria voltado da manobra”, explica o cearense.

Tininha garantiu a coroa na primeira bateria do dia, ao passar pela carioca Gabriela Teixeira na semifinal. “Foi a vitória mais importante da minha carreira. É meu terceiro ano batalhando por esse título, já bati na trave duas vezes e liderei esse ano todo”, declara a paraibana, que em Floripa ganhou a terceira etapa das cinco que integram a competição.

 

Halley é campeão

Halley Batista decolou alto na grande final para superar Willian Cardoso. O pernambucano foi o único a se isolar na direita e no outside da área de competição para apostar nas ondas de frontside. Resultado: show de aéreos recompensado pelos juízes com o maior somatório da competição (17.93), com notas 8.90 e 9.03.

O “Cometa Halley” revela como surgiu essa tática: “em todas as baterias tive dificuldade em encontrar a onda certa no inside para realizar os aéreos. Ela estava muito rápida pra esquerda. Então, optei por surfar as ondas do outside para conseguir a conexão na seção e chegar com velocidade na junção do inside e voar.”

 

Diana vira no final

Na decisão, Suelen Naraísa, que eliminou Juliana Quint, vice-campeã do BSP 2011, abriu a bateria com as duas ondas que definiram seu somatório (5.00 e 2.67). As séries demoravam a chegar e as ondas não apresentavam uma boa parede para as manobras. Mas Tininha soube explorar o máximo das duas boas que pegou. Com duas batidas potentes em cada uma das esquerdas, virou o jogo com notas 6.00 e 5.72, que a consagraram campeã.

Nota boa, árvore plantada

O BSP terminou 2011 colaborando para a redução das emissões de CO2 com o plantio de 430 árvores. O resultado é parte de uma série de ações ecológicas desenvolvidas durante as etapas. Cada nota igual ou maior que oito representava o plantio de cinco mudas. Tomas Hermes foi o que mais colaborou e ganhou o título de “Surfista Verde”, com 40 mudas plantadas.

Confira as baterias do último dia do BSP Joaquina e os Top 10 deste ano.

Finais

Halley Batista (PE) 17.93 X 16.17 Willian Cardoso (SC)

Diana Cristina (PB) 11.27 X 7.67 Suelen Naraísa (SP)

Semifinal Masculino

Halley Batista (PE) 12.30 x 11.07 Renato Galvão (SP)

Willian Cardoso (SC) 10.67 x 10.10 André Silva (CE)

Semifinal Feminino

Diana Cristina (PB) 13.10 x 10.06 Gabriela Teixeira (RJ)

Suelen Naraísa (SP) 9.50 x 5.07 Juliana Quint (SC)

Quartas Masculino

Halley Batista (PE) 14.60 x 10.67 Marco Polo (SC)

Renato Galvão (SP) 11.00 x 10.50 Alandreson Martins (BA)

André Silva (CE) 11.23 x 9.83 Saulo Júnior (SP)

Willian Cardoso (SC) 14.37 x 10.83 Messias Félix (CE)

Top 10
 
Masculino

1 Tomas Hermes (SC) – 2.610

2 Simão Romão (RJ) –2.410

3 Halley Batista (PE) –2.400

3 Odirlei Coutinho (SP) –2.400

5 Jano Belo (PB) –2.360

6 Messias Félix (CE) –2.340

7 Renato Galvão (SP) – 2.310

8 Flávio Nakagima (SP) – 2.260

9 Bruno Galini (BA) – 2.160

10 Alan Jones (RN) – 2.030


Feminino

1 Diana Cristina (PB) – 3.860

2 Juliana Quint (SC) – 3.320

3 Suelen Naraísa (SP) – 2.930

4 Gabriela Leite (SC) – 2.690

4 Cláudia Gonçalves (SP) – 2.690 

6 Gabriela Teixeira (RJ) – 2.680

7 Taís de Almeira (RJ) – 2.580

8 Tita Tavares (CE) – 2.360

9 Luana Coutinho (SP) – 2.290

10 Nathalie Martins (PR) – 2.220

10 Bruna Queiroz (SP) – 2.220

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias