Publicidade:

Soul Collective

Todos tem acesso aos vídeos de baterias e resultados de campeonatos, às fotos de divulgação oficial dos eventos e aos rankings dos inúmeros circuitos do mundo do surf. Ainda assim, há uma enorme distância entre surfistas profissionais e a legião de fãs que tentam acompanhá-los por internet, revistas, televisão, rádio ou seja lá o que mais.

Foi com o intuito de aproveitar a influência da internet para aproximar o grande público de seus ídolos que surgiu o Soul Collective. A ideia de registrar diversos momentos do dia a dia de atletas da nova geração, como Alejo Muniz, Jessé Mendes, Thiago Camarão, entre outros, e divulgar nas redes sociais veio do treinador e filmmaker Paulo Kid e foi abraçada por Caio Faria, surfista e irmão do profissional Junior Faria, que edita os filmes e dirige a comunicação do projeto.

"O Soul Collective é um jeito de passar para os fãs o lado que eles não conhecem dos surfistas. O que acontece nos batidores de campeonatos, nas sessões de freesurf, essas coisas", fala Caio. A divulgação do conteúdo produzido é feita toda via Facebook, sem planos para um site novo ou algo parecido. "A página no Facebook é mais simples e atende ao que a gente precisa", afirma Caio. "Além disso, o projeto tem apenas 2 meses, está tudo começando ainda", continua o responsável pelo Soul Collective, que pretende em breve também filmar. "Na verdade, toda a molecada participa, mandando trechos de vídeos, gravando depoimentos, é um funcionamento coletivo mesmo."

Enquanto o Soul Collective dá seus primeiros passos numa direção ainda pouco aproveitada no Brasil, nós agradecemos pelas boas produções que chegam da turma. Veja abaixo um pouco do que o coletivo anda fazendo.

Conheça melhor e acompanhe de perto as produções do Soul Collective através de sua página no Facebook.

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias