24 C
Hale‘iwa
sábado, 13 abril, 2024
24 C
Hale‘iwa
sábado, 13 abril, 2024

Tsunami no Hawaii?

Nesta madrugada, o Japão foi atingido pelo maior terremoto de sua história. Com magnitude de 8.9º na escala richter, este foi o 7º terremoto mais forte registrado no mundo. No Japão, além das destruições causadas pelos tremores, um tsunami também atingiu a ilha, causando ainda mais estragos. Por enquanto, as informações são que pelo menos 300 pessoas estão mortas ou desparecidas. Para os lados do Oceano Pacífico, um alerta de tsunami foi enviado a diversos países, entre eles Rússia, EUA, Indonésia, Austrália, Nova Zelândia e até regiões da América Central, como Guatemala e El Salvador. Até o momento não há nenhuma notícia de eventos nestes lugares, o que se sabe é que a onda se espalhou pelo oceano a uma velocidade de 500 milhas por hora. No Hawaii, na Big Island, pouco depois das cinco da manhã (horário local) foi sentido um tremor de aproximadamente 4.5º, sem registro de nenhum tipo de dano. Porém, durante a madrugada nas Ilhas a sirene tocou diversas vezes e a população foi obrigada a se deslocar para regiões mais altas, como montanhas e coberturas de hotéis. O Departamento de Emergência de Honolulu criou áreas de refúgio em centros comunitários e em 11 escolas para aqueles que abandonaram suas casas. Nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira, como alertado pelo Centro de Tsunamis do Pacífico, pequenas (mas potentes) ondas de três a seis pés atingiram o Hawaii. Kauai foi a primeira ilha a receber o impacto com ondas de cerca de três pés. De acordo com o jornal Hawaii News Now, a maré em Honolulu primeiramente secou e depois uma onda veio e alagou toda a praia de Waikiki, passando sobre os muros do famoso resort local e indo parar somente nas regiões mais altas do hotel. A HARDCORE conversou com Henrique Stryjer, que está no North de Shore de Oahu e passou a madrugada inteira refugiado no morro de Pupukea. “Estava falando com o laminador de pranchas Horácio quando ele recebeu uma ligação do Maurício Jabour, que estava desesperado, falando: ‘C… recebi um alerta de tsunami no Japão’. Aí o Horácio disse: ‘Acabei de falar com o Jabour, tá chegando um tsunami, cara’. Deixei quieto e nem dei bola. Então fui pra sala da casa do Stephan, onde estou hospedado, e vi a Jamilla falando com a Sylvia Nabuco. Nisso, todos tentavam ligar a tevê na CNN. Ficamos acompanhando o noticiário por duas horas, aí tocou a sirene. Já tinham uns bombeiros passando pela Kamehameha e falando no autofalante para evacuar a área imediatamente. Foi aí que corremos para Pupukea”. Stryjer ainda revelou que o big-rider havaiano Mark Healey, que reside no Hawaii, levou praticamente toda a casa na caçamba de sua camionete para o morro de Pupukea. “Todo mundo estava ali com suas trucks, cavalo, cachorro, pranchas, moto… Os locais levaram tudo, a casa inteira (pro alto do morro). O clima estava tenso, meio que um perguntando pro outro o que estava rolando. Tinha muito turista, das 22h00 às 23h30. Aí os locais começaram a chegar mais tarde por volta da 1h00.” A polícia bloqueou a região de Haleiwa, que registrou um tsunami de 3 pés. Ninguém conseguia entrar ou sair do North Shore. Agora, porém, às 7h00 (15h00 horário de Brasília), já liberaram”, contou o surfista brasileiro a pouco por telefone. Até o momento, a onda que era para atingir às Ilhas Havaianas não chegou com a intensidade esperada. Para mais informações sobre o terremoto no Japão e tsunamis gerados por ele, no site da UOL Tsunami do Japão pela CNN http://www.youtube.com/watch?v=VaumEe3V6RU Tsunami Wave hits Kona, Hawaii http://www.youtube.com/watch?v=91Wh0_yNJhc

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias