Publicidade:

saudação na ilha

No dia 25 de fevereiro estava previsto muita chuva. O céu tinha caído na noite anterior e tudo indicava tempo ruim. Mas não foi isso que aconteceu. Ao contrário, o céu abriu, o vento parou e, enquanto o sol ainda estava lá em cima, pessoas começaram a subir a ladeira que dá acesso ao bowl de skate no quintal da casa do jovem campeão mundial de skate, Pedro Bastos. Chegando no topo da colina, a vista não era só a de milhares de árvores e mar. Era, nesse dia, de uma confraternização entre todos os tipos de pessoas. Enquanto uns destruíam o bowl dando um show de skate, músicos se revezavam no palco ao ar livre pra dar ritmo à reunião. Isso tudo ao lado de diversos artistas de Floripa, que coloriam a festa pintando pranchas, compensados e o que vissem pela frente. Ninguém tinha um papel principal, ninguém era coadjuvante. Por uma vez todos eram iguais na luta prazerosa de expor seus talentos e mostrar que, independente de onde você vem, você pode ter voz alta. A desculpa para esse evento foi a recente conquista do surfista profissional Marco Giorgi, junto com o cinegrafista Loïc Wirth. Marco é uruguaio, mas mora em Garopaba (SC) desde os 10 anos de idade. Já Loïc é de da Ilha. Mesmo vindo de lugares sem um histórico significativo em filmes de surf fora do Brasil, eles conquistaram uma vaga no último lançamento do diretor Taylor Steele, o filme Innersection. O sol se pôs, a noite caiu e Marco e Loïc pegaram o microfone para um rápido, tímido e sincero ”obrigado” a todos que os ajudaram a chegar lá. Alguém apertou o play e o filme começou. Quando os nomes de Marco e Loïc apareceram na tela, a colina que costuma ser silenciosa e tranquila, foi tomada por gritos, aplausos e assovios de todos os presentes. O filme corria e a tensão ia aumentando na espera pela parte do Marco. Matt Meolla acabara de completar seus aéreos absurdos, enquanto Mumford and Sons começava a tocar. Com a tela ainda escura, Marco aparece. Não dava para esconder a alegria, feito único até então, uma sessão inteira de um ”brasileiro” num filme de Steele, ao lado de caras como Kelly, Clay Marzo, Josh Kerr, entre outros. Tudo isso filmado e editado por outro brasileiro, Loïc Wirth. Os berros e aplausos não cessaram até que Marco parasse de tirar tubos em Lombok e Nias. Todos na platéia tinham em comum um sorriso estampado no rosto. A ideia do evento era que todos saíssem de lá inspirados após ver de perto esses exemplos de talento, seja na arte, esporte ou música. Podemos ir até onde quisermos se nos ajudarmos. Essa é a moral da história. Mensagem entregue, missão cumprida. O filme acabou, os créditos começaram a passar e a chuva viu que já podia cair. Ela já não precisava mais esperar, e assim fez. A chuva pesada não parou um segundo, fazendo todos se unirem ao lado do bar, protegidos da água e dividindo seus pontos de vista sobre tudo que rolou naquele dia. Parabéns a todos que participaram. Parabéns a todos que votaram. Parabéns ao Marco e ao Loïc. Parabéns a todos que estão por vir e que, se quiserem, vão longe. Obrigado pela presença de todos e pelo show dado por: Skatistas: Marcelo Kosake, Franco, Mizael Simão, Pedro Barros, Vinicius Kakinho, Marcos Gabriel, Zeno… Bandas: Art.Project (www.artprojectfloripa.com) e Thomas Pessoa. Artistas: Daniel Barcellos Elvanger, Danka Humbert, Driin Pedro, Marcelo Barnero, Miguel Silveira e Pablo Daniel. Fotos: Lucia e Luana Wirth, Renato Tinoco, Fernando Blum, Guilherme Pedroso, Thiago Celes. Leia mais sobre esse assunto nos posts a seguir: DIAS DE MOLHO VENCEDORES INNERSECTION INNERSECTION VERDE-AMARELO

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias