27 C
Hale‘iwa
sábado, 20 abril, 2024
27 C
Hale‘iwa
sábado, 20 abril, 2024

Radar no WT

Para esta primeira etapa do Circuito Mundial na Gold Coast, a Quiksilver planeja uma novidade em seu webcasting. Para adicionar um dado na hora das transmissões, e deixá-la menos monótona, a marca pretende inserir nas lycras de competição um GPS com a função de medir a velocidade do surfista nas ondas. O aparelho, que pesa cerga de 80 gramas, deverá ser colocado nas costas dos atletas – entre os ombros. Ninguém será obrigado a utilizar o radar, apenas aqueles que quiserem disputar os U$2 mil que vão para o surfista mais rápido. Também estarão à disposição dos interessados lycras brancas atadas com o dispositivo; uma forma deles poderem experimentar antes do evento e ver se o GPS causará muito desconforto na hora da bateria. Para se ter uma ideia de como a brincadeira funciona, Bede Durbidge experimentou o dispositivo e atingiu nas ondas de D’Bah (na Austrália) a velocidade de 29km/h. “Isto [o GPS] é primeiramente para o evento do World Tour”, afirmou Nigel Muscroft, gerente de eventos da Quiksilver e da Roxy, “A ideia é puramente a de melhorar os comentários e a transmissão, criar alguns interesses a mais, evoluir o esporte e descobrir qual é realmente o surfista mais rápido”. Afinal, quem será o surfista mais veloz? Mick Fanning, Taj Burrow, Kelly Slater ou a lenda Terry Fitzgerald, The Sultan of Speed?

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias