Etapas dos circuitos Pro Junior e Longboard da WSL acontecem neste final de semana entre os postos 5 e 6 da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro

Por João Carvalho, via WSL South America

O Oi Pro Junior Series e o Oi Longboard Pro começam nesta sexta-feira com um total de 94 competidores quase lotando o limite de inscrições das quatro categorias que estarão em disputa na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. Este será o primeiro evento no Brasil com o princípio da igualdade na premiação para homens e mulheres, incentivado pela World Surf League. No Pro Junior masculino, todas as 48 vagas foram preenchidas e a grande atração será o atual campeão mundial da categoria para surfistas com até 18 anos, o catarinense Mateus Herdy. Surfistas do Peru, Chile, Argentina e Uruguai, também estão na capital carioca para disputar os primeiros pontos no ranking da WSL South America, que define os campeões sul-americanos da temporada. A primeira chamada da sexta-feira será as 8h00 para todas as categorias.

VEJA TAMBÉM:
• FILIPE TOLEDO, BARRON MAMIYA E YADIN NICOL EM VIAGEM DA HURLEY NO PANAMÁ (VÍDEO)
DISCUSSÃO ENTRE SURFISTAS TERMINA COM ASSASSINATO A FACADAS NO CHILE
RED BULL CAPE FEAR PODE ROLAR NESTA SEGUNDA EM SHIPSTERNS, TASMÂNIA

A comissão técnica do Oi Pro Junior Series e do Oi Longboard Pro, se reúne mais cedo para analisar as condições das ondas e decidir a programação do dia, anunciando qual entrará primeiro no mar. Todas as baterias são eliminatórias e serão disputadas na altura do número 3.500 da Av. Lucio Costa, em frente ao Rico Point, entre os postos 5 e 6 da Barra da Tijuca. Os surfistas que foram escalados nas primeiras baterias, terão que ficar mais atentos e preparados para competir, caso sua categoria seja a definida para abrir a sexta-feira.

Os 48 inscritos no Oi Pro Junior Series masculino, foram divididos em duas fases de oito baterias. Os dezesseis mais bem colocados no ranking sul-americano do ano passado, fazem parte da lista dos cabeças de chave que só entram na segunda rodada. Os demais estão na fase inicial e o primeiro confronto do ano na categoria Pro Junior terá dois brasileiros, João Cypriano e Uriel Sposaro, disputando duas vagas para a segunda fase com o chileno Tomas Bock. O campeão mundial Mateus Herdy já entra na seguinte com mais três brasileiros, Renan dos Anjos, Thiago Eduardo e João Lucas Bessy.

Entre os cabeças de chave da primeira das quatro etapas do Oi Pro Junior Series, destaque para o catarinense Lucas Vicente, que com apenas 17 anos de idade, lidera o principal ranking da WSL South America em 2019, que computa os resultados das etapas do WSL Qualifying Series realizadas na América do Sul. Já aconteceram três e foi na terceira, com o vice-campeonato na etapa da Argentina, que ele tirou o primeiro lugar do top do CT, Jadson André, que estava na frente desde a vitória no Oi Hang Loose Pro Contest em Fernando de Noronha.

PRO JUNIOR FEMININO – No Oi Pro Junior Series feminino, a peruana Daniela Rosas que também lidera o principal ranking da WSL South America, da categoria profissional, é uma das dezesseis participantes que foram divididas na primeira fase. As meninas só tiveram uma etapa do WSL Qualifying Series no continente esse ano na Argentina e a peruana largou na frente, derrotando a chilena Lorena Fica na grande final. Daniela está na quarta e última bateria com a também peruana Lara Barrios e duas brasileiras, Rafaella Teixeira e Pamella Mel.

Caso a categoria feminina seja a escolhida para abrir o primeiro dia, o Oi Pro Junior Series vai começar com a atual bicampeã sul-americana da categoria Sub-18 estreando logo na primeira bateria do campeonato. A peruana Sol Aguirre venceu os títulos de 2017 e 2018 e sua primeira batalha na busca pelo tri será contra a argentina Coco Cianciarulo e duas brasileiras, Julia Duarte e Maju Freitas. Já a campeã de 2016, Tainá Hinckel, uma das atletas patrocinadas pela Oi, foi escalada na terceira bateria com as também brasileiras Bruna Carderelli e Kemily Sampaio e a peruana Alessia Moro. As duas primeiras colocadas em cada se classificam.

OI LONGBOARD PRO – No Oi Longboard Pro, que volta a promover uma etapa internacional da modalidade que não acontecia no Brasil desde 2010, um total de trinta competidores vai disputar os primeiros pontos no ranking sul-americano da WSL South America na Barra da Tijuca. São vinte homens divididos em duas fases e os bicampeões mundiais Phil Rajzman e Piccolo Clemente estão entre os oito cabeças de chave da segunda rodada de quatro baterias. O carioca é o atual campeão sul-americano e estreia na primeira, enquanto o peruano entra na última. Caso o evento comece pelo Longboard masculino, os primeiros a competir na sexta-feira serão os brasileiros Patrick Ribeiro, Gabriel Moura e Romoaldo Nascimento.

No Oi Longboard Pro feminino, todas as dez participantes estão na rodada inicial e a primeira bateria já vai reunir as duas principais concorrentes ao título no Rio de Janeiro e para o sul-americano de 2019. A carioca Chloé Calmon já foi vice-campeã mundial e lidera o ranking 2019 da World Surf League, vencendo a primeira etapa do circuito na Austrália. E a pernambucana Atalanta Batista é tricampeã sul-americana, ganhando as três últimas disputas de título da WSL South America. As duas vão estrear na Barra da Tijuca junto com Mainá Thompson.

QUATRO ETAPAS – A Oi já patrocina a etapa brasileira do World Surf League Championship Tour desde 2015 e os principais nomes do surfe nacional, como os campeões mundiais Gabriel Medina e Adriano de Souza, o bicampeão do Oi Rio Pro, Filipe Toledo, Italo Ferreira, Silvana Lima e a jovem Tainá Hinckel, que completou 16 anos de idade nesta quarta-feira. Agora, a Oi também passa a investir na base do esporte, na principal competição para surfistas com até 18 anos do mundo, além de resgatar a modalidade Longboard no Brasil.

Serão quatro etapas do Oi Pro Junior Series em quatro estados do país, duas delas combinadas com o Oi Longboard Pro e todas com igualdade na premiação em dinheiro para homens e mulheres. A abertura na Barra da Tijuca é a primeira com as duas competições e os campeões no domingo largarão na frente na disputa pelos títulos sul-americanos.

As duas próximas serão apenas para a nova geração competir na Bahia, de 12 a 14 de julho na Praia de Stella Maris, em Salvador, e em Santa Catarina, de 11 a 13 de outubro em Florianópolis. Na última, de 08 a 10 de novembro na Praia de Maresias, em São Sebastião, São Paulo, o Oi Pro Junior Series e o Oi Longboard Pro irão decidir os campeões regionais de 2019 da WSL South America.

Oi Pro Junior Series e o Oi Longboard Pro são uma realização da World Surf League South America com patrocínio da Oi como naming rights e da Subway, além do apoio da Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro e Federação de Surf do Estado do Rio de Janeiro (FESERJ) para esta primeira etapa na Barra da Tijuca.