30 C
Papeete
terça-feira, 21 maio, 2024
30 C
Papeete
terça-feira, 21 maio, 2024

Retrospectiva: 7 anos do primeiro título brasileiro no CT

Retrospectiva… Conquistar um título mundial nas ondas de Pipeline, no Havaí, é o sonho de qualquer surfista. E há sete anos, Gabriel Medina entrava para a história ao se tornar o primeiro campeão do mundo brasileiro.

Veja também:

Jordy Smith: a história por trás da lesão

Lapo Coutinho publica opinião polêmica a respeito do surf: rebeldes por natureza ou omissos?

6 dicas para curtir as festas sem grandes prejuízos

Foi na sexta-feira do dia 19 de dezembro de 2014. O atleta tinha apenas 20 anos e mostrou ter um talento raro quando venceu a luta pelo título contra o australiano três vezes campeão do mundo, Mick Fanning, e o norte-americano Kelly Slater, onze vezes campeão do mundo.

Gabriel Medina consagrava-se campeão antecipado na última etapa do circuito, que acontecia em Pipeline, no Havaí, graças ao argentino, naturalizado brasileiro, Alejo Muniz, que o ajudou.

Alejo derrotou Slater, na terceira fase e depois Fanning, na quinta fase. Ambos eram adversários diretos de Gabriel.

Enquanto isso, ele também fazia a sua parte e vencia o brasileiro Filipe Toledo e o havaiano Dusty Payne.

Gabriel atingiu 60.000 pontos na classificação do Circuito Mundial de Surfe de 2014.

Além disso, naquele ano, ele também foi vice-campeão da etapa de Pipe Masters, perdendo para o australiano Julian Wilson na final por apenas 0,43 pontos.

Após 38 anos na competição profissional, foi a primeira vez que o Brasil teve um representante no pódio e no lugar mais alto.

E foi ali que a hegemonia brasileira começou…

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias