25 C
Papeete
terça-feira, 21 maio, 2024
25 C
Papeete
terça-feira, 21 maio, 2024

Disputas acirradas no 4º dia da Taça Brasil de Surf Profissional

O quarto dia da etapa de abertura do Circuito Taça Brasil de Surf Profissional, evento integrante do Pena Surf Festival 2024 que rola até o próximo domingo (24), definiu os nomes dos atletas que daqui pra frente dividirão entre si os R$ 200.000 (duzentos mil reais) de premiação. A partir desta sexta (22) até os que perderem receberão uma parte da premiação. Mas, naturalmente, nenhum atleta se contentará com as menores fatias e se hoje as disputas já refletiram um acirramento bem maior que nos dias anteriores, podemos esperar ainda mais emoção e adrenalina para os três últimos dias do evento.

O dia hoje começou com a realização das seis baterias restantes da Fase 1 da categoria Feminino. Destaque para a atuação de Kemily Sampaio-SP, que na penúltima bateria do round cravou a maior nota do evento entre as mulheres até o dia de hoje em uma linda onda em que ela desferiu duas fortes rasgadas para finalizar com uma boa batida na junção para arrancar dos árbitros um 8,50, a maior média do evento entre as mulheres e a segunda melhor de todo o evento entre homens e mulheres. Mesmo não tendo conseguido repetir sua atuação na fase seguinte e tendo se despedido do evento mais cedo do que gostaria, sua brilhante atuação rendeu vários elogios.

+ Joel Parkinson passa sufoco no mar e declara: “Nunca subestime o poder do oceano!”

Na sequência foi a vez da categoria Masculino entrar na água e incendiar as disputas nas ondas da Praia do Ronco do Mar. Destaque para a bateria mais acirrada da competição entre o local do Paracuru Janninfer de Sousa, o cearense Michel Roque, o paraibano Samuel Igo e o paulista Renan Pulga. Janninfer e Renan largaram na frente. O cearense se valendo da experiência no pico e o paulista buscando imprimir velocidade em suas manobras. Contudo, ambos não foram capazes dede segurar os ataques de Michel Roque e Samuel Igo. Samuel conseguiu achar uma excelente onda em sua primeira apresentação, onde mandou uma forte manobra de saída completando sua onda com mais uma forte batida na junção para cravar um 8,0 para iniciar seus trabalhos.

Samuel Igo. Foto: Lima Jr

Na sequência Michel Roque usou a prioridade para pegar uma onda excelente em que conseguiu combinar uma manobra forte de saída, jogando muita água, passando na segunda, dando um cut back redondo em um único movimento, na terceira finalizando com mais duas manobras fortes para voltar para a bateria cravando um 7,33 para assumir a liderança da bateria. Ambos ainda se revezariam na liderança na bateria mais eletrizante do dia. Mas, no final, Michel Roque, com um surf muito potente, invertendo e variando muito as manobras, conseguiu avançar em primeiro com Samuel “Índio” Igo, avançando na segunda colocação em uma das baterias de alto nível de todo o evento até o dia de hoje. Nos minutos finais da bateria o local Janninfer de Sousa ainda tentou uma reação, mas Michel e Samuel estiveram implacáveis e juntos avançaram para a Fase 5 da competição, conhecida entre os atletas como o round do dinheiro.

Pena Paracuru Surf Festival 2024. Foto: Lima Jr

Outro destaque foi a apresentação do cearense local da praia do Titanzinho, Rafael Venuto, que enfrentou uma pedreira, disputando com o especialista nessa onda e surfista da nova geração, Pedro Rian, o Bicampeão Brasileiro Messias Félix e o paulista Pedro Dib. Melhor para ele, que mostrou que está em grande fase cravando o maior somatório do evento até agora, 16,57.

A bateria foi muito acirrada. Um local, atletas com extenso currículo… Estou muito feliz com minha atuação, tive uma boa performance e é isso! Estou bem e a expectativa é passar as próximas fases, chegar na Final e ser o grande campeão“, declarou o confiante Venuto.

Quem também se destacou foi o potiguar Israel Júnior, que assinalou um dos maiores somatórios do dia na sexta bateria da Fase 4 da competição. Em entrevista após a vitória, Israel explicou como se preparou para o evento, mas fez mistério quanto a estratégia que vem usando para conseguir os bons resultados que vem colecionando:

Eu venho treinando muito em condições boas e ruins para estar pronto para qualquer situação e assim conseguir me manter confiante de que posso avançar seja em qualquer situação de mar que eu enfrente. Quanto a minha estratégia, claro que tenho, mas não posso revelar agora e caso eu chegue à final e consiga vencer o campeonato, aí sim, eu revelo minha estratégia para o evento. Eu sempre consigo bons resultados aqui no Paracuru, minhas pranchas estão ótimas e vou em busca de mais um bom resultado aqui“, explicou o campeão Brasileiro do Dream Tour de 2022.

MULHERES AO MAR

Diana Cristina. Foto: Lima Jr

Da mesma forma que o dia iniciou, também terminou, com as mulheres na água, desta vez para a realização das seis baterias da Fase 2 da competição.

E novamente um dos principais destaques entre elas foi a atuação da surfista local, Silvana Lima. A local hero mostrou mais uma vez que nas ondas do Ronco do Mar ela é a mulher a ser batida vencendo mais uma bateria:

Estou feliz de ter passado mais uma (bateria) e soltado um pouco mais o surfe. Estou amarradona, o mar deu uma reagida, tem muito mais onda do que ontem e a tendência é só melhorar… e estou feliz em ter surfado bem, a prancha está boa e vamos para a próxima“, falou Silvana!

Outro destaque cearense foi a atuação da surfista Gabriely Queiroz, que venceu a terceira bateria da Fase 2 da competição somando duas ondas na casa dos sete pontos para superar as adversárias. Com apenas 15 anos, a surfista da novíssima geração deu um show para avançar direto para a Fase 3 da competição, o round em que começa a distribuição do dinheiro:

Eu estou muito feliz… pedi muuuuito a Deus para passar essa bateria. Competi com algumas das melhores (surfistas) do Brasil e estou muito contente! De manhã não estava muito bom. Aqui no Ceará tem muita oscilação de maré, e o que me ajudou foi a experiência conquistada nas etapas do Circuito Cearense. Tenho treinado muito no Titanzinho e na Praia do Futuro, em toda condição de maré, alta ou baixa, justamente para me adaptar a qualquer situação. Esse treino também me ajudou muito, principalmente nas condições do surf na parte da manhã. Agora é focar e seguir em frente“, comentou Gaby.

Mas, os destaques entre as mulheres não ficaram restritos às atletas locais. Júlia Duarte, sempre muito consistente, avançou firme as duas baterias que disputou, conseguindo uma vitória contundente na Fase 2. Em entrevista ela disse que adora surfar em Paracuru e lembrou dos bons resultados que já teve aqui:

Eu adoro o Ceará e o Paracuru, tem altas ondas, água quente e sempre que eu venho pra cá eu faço pódio… já tive dois bons resultados aqui, um eu venci e o outro fiquei em segundo e por isso estou muito confiante, feliz e é isso! As meninas estão surfando muito e estou adorando ver como está o surf feminino aqui no Brasil depois de umas férias no final do ano“, declarou a atual campeã do Circuito Taça Brasil de Surf Profissional.

SEXTA-FEIRA DE MUITA ADRENALINA

Esta sexta-feira promete ser mais um dia de boas ondas e show de surf. Com todos os atletas já na fase da distribuição da premiação, agora todos vão brigar pelas maiores fatias do bolo, principalmente os R$ 20.000 (vinte mil reais) oferecidos aos campeões da etapa. A primeira chamada está marcada para às 9h30 da manhã, com possível início das baterias às 10h. Então já sabe, o próximo dia de evento será mais um repleto de adrenalina, emoção, drama, lágrimas e sorrisos! Não dá pra perder nem um detalhe.

A etapa de abertura do Circuito Taça Brasil, a Divisão de Acesso à Elite do Surf Brasileiro, rola entre os dias 18 e 24 de março e ao final do certame irá promover ao Dream Tour os 16 melhores surfistas da categoria masculino, e as 8 melhores da categoria feminino. Nada menos que 339 atletas se inscreveram nessa etapa que inaugura o novo formato da competição, com o status 10.000. A premiação será de R$ 200.000 (duzentos mil reais) divididos entre homens e mulheres de acordo com o Livro de Regras da seguinte forma:

MASCULINO

1o Lugar R$ 20.000

2o lugar R$ 10.000

3o lugar R$ 7.500 (x2)

5o lugar R$ 5.000 (x4)

9o lugar R$ 4.000 (x8)

17o lugar R$ 2.750 (x8)

FEMININO

1o Lugar R$ 20.000

2o lugar R$ 10.000

3o lugar R$ 7.500 (x2)

5o lugar R$ 5.000 (x4)

9o lugar R$ 4.000 (x4)

AO VIVO – O Pena Paracuru Surf Festival 2024 prossegue nessa quarta-feira com mais uma rodada da Taça Brasil. A competição pode ser acompanhada ao vivo no YouTube da CBSurf, o canal CBSurfPLAY ou através do site cbsurf.org.br onde também estão os resultados de todas as baterias.

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias