26 C
Papeete
quinta-feira, 23 maio, 2024
26 C
Papeete
quinta-feira, 23 maio, 2024

Conheça o surfista cego que pegou onda de 20 pés em Nazaré

Matt Formston, um surfista cego da Austrália, recentemente dropou uma face de pelo menos 20 pés em Nazaré. Após o feito extraordinário, ele compartilhou estas palavras em seu Instagram:

“Hoje, um dos meus sonhos ao longo da vida se tornou realidade! As pessoas vão me dar muito crédito por essa conquista, mas nada disso teria sido possível sem a incrível equipe ao meu redor. Ter essa equipe ao meu redor tornou tudo mais divertido e gratificante.”

Veja também: 
+ Aos 68 anos, Ricardo Bocão faz história em Nazaré
+ Vídeo “We Love Bombs”: assista a Nazaré monstruosa
+ Ondas XXL: relembre um dia épico em Nazaré

 

É preciso ser um surfista de alto nível para enfrentar uma onda de 20 pés, ainda mais especial se você for deficiente visual.

“Em termos modestos, Matt Formston é um grande superdotado. Ele é um Paraolímpico, três vezes campeão mundial de Para Surfer e vencedor de medalhas de ouro e prata no UCI paraciclismo Track World Champs”, escreveu a revista australiana Tracks a respeito do feito do surfista.

À Tracks, o lendário das ondas grandes e shaper de Formstron, Dylan Longbottom, falou sobre o feito incrível do surfista:

“Conheci Matt Formstron através de um de seus treinadores, Samba Mann, alguns anos atrás. Ele disse que gostaria de trabalhar com um shaper australiano e nos conectamos instantaneamente. Fiquei bastante impressionado com a forma como ele surfa às cegas! E agora ele conquistou um grande objetivo de surfar a maior e mais assustadora onda do mundo – a Nazaré. É tão impressionante porque eu surfei com os olhos vendados em Fiji e Indonésia para o filme ‘The Blind Sea’, e foi a coisa mais difícil e assustadora de todas. Posso me relacionar com o quão difícil é para Matt, estou muito feliz por ele ter chegado tão longe e é algo que ele nunca esquecerá.”

Trajetória de superação

Matt perdeu 95% de sua visão aos cinco anos de idade devido a uma doença genética chamada distrofia macular. Em uma entrevista esta semana, ele afirmou que recentemente perdeu ainda mais a visão, agora com 3% de visão no olho direito e 1% no olho esquerdo.

Foi um caminho difícil chegar a esse ponto para o homem de 44 anos, que lidou com bullying e rejeição devido à sua cegueira. Isso, por sua vez, o levou a um estado de depressão e a um ciclo de auto-sabotagem de drogas em festas e brigas de pub. Uma luta sangrenta, que ele disse ao Sydney Morning Herald, deveria tê-lo matado, foi o alerta para Matt fazer uma mudança em sua vida.

Com 20 e poucos anos, ele conseguiu um emprego de tempo integral na Optus e subiu na escada corporativa para se tornar um executivo de negócios na empresa de telecomunicações. Matt também voltaria a competir nos esportes, se casaria e seria pai de três filhos.

Ele se tornaria campeão mundial de paraciclismo, o que o levou a competir nas Paraolimpíadas.

O surf, no entanto, sempre foi a rocha em uma vida que às vezes foi brutal. A sede de se jogar na água o levaria a uma das suas provas mais desafiantes ao enfrentar a maior onda do mundo, a Nazaré.

A história de Matt vai virar filme, que tem lançamento previsto para 2023.

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias