Publicidade:

Yasmin dispara sobre eliminação de Medina: ‘roubado na cara dura’

Yasmin Brunet, esposa de Gabriel Medina, se manifestou fervorosamente sobre a contestada eliminação do surfista dos Jogos de Tóquio, em uma live para quase 65 mil pessoas, afirmando que ele foi ‘roubado na cara dura’.

“O surfe é subjetivo, dá para roubar fácil”, disse. “Se eu estivesse lá, não deixava roubarem”, completou a modelo. Ela ainda conclamou seus seguidores a questionar órgãos como o COB (Comitê Olímpico Brasileiro), a CBsurf (Confederação Brasileira de Surf) e ao Time Brasil sobre o porquê de eles não defenderem seus atletas.

“O COB, a CBSurf está lá para representar os brasileiros, para defender eles. Todo mundo aqui viu que o Gabriel foi absurdamente roubado. Eles fizeram algo, não? Eles vão fazer alguma coisa? Não. Não vão fazer nada”, disse durante a transmissão em sua conta o Instagram.

Apesar do desapontamento, Yasmin fez questão de apoiar a trajetória do marido e homenageou Gabriel Medina em um post.

“Você foi incrível! Fez tudo o que poderia fazer e mais um pouco. Tenho muito orgulho de você! Estamos do seu lado e não vamos fingir que não vimos o que aconteceu”, escreveu.

Candidato ao ouro olímpico, Gabriel Medina foi derrotado pelo japonês Kanoa Igarashi na semifinal em um resultado polêmico e muito contestado, que claramente abalou o psicológico do brasileiro – e de milhões de torcedores mundo afora.

Tudo parecia se encaminhar para uma vitória brasileira na disputa quando, a sete minutos do fim, Igarashi arrancou um 9.33 dos juízes, ao completar um bom aéreo, mas que não teria sido muito diferente dos aéreos de Medina, que tiveram o mesmo grau de dificuldade, e teriam garantido a vitória do brasileiro.

Na disputa do bronze, bastante abalado, Medina perdeu para o australiano Owen Wrigth e abandonou de vez o sonho olímpico em Tóquio. “É difícil treinar o ano inteiro e passar por isso.”, declarou.


Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias