Publicidade:

Publicidade:

Publicidade:

Modelo ativista nada nua com tubarões em ensaio para Playboy



A Modelo ativista Marisa Papen nada nua com tubarões no Havaí.

A cena é bela e poética e muito mais, e faz parte de uma sessão de fotos da revista Playboy.

Segundo Marisa, o ensaio é uma tentativa de eliminar a “má reputação” dos tubarões – estas criaturas vitais aos oceanos.

+ Tubarão bom é tubarão morto? James B pergunta 

+ Alana Blanchard leva o marido para nadar com tubarões no Havaí

Veja uma das fotos do ensaio no Instagram aqui.

“Estar com os tubarões foi uma das experiências mais pacíficas da minha vida. Senti uma serenidade completa”, ela afirmou. “Eles eram tubarões de Galápagos. Havia também alguns tubarões de recife e um tubarão-tigre que nadou até nós, mas não conseguimos fotografá-lo, ele estava entrando e saindo”, acrescentou.

Papen disse que espera desafiar tabus fazendo as pessoas repensarem seus preconceitos com nudez e tubarões.

Marisa já posou nua na frente de vários marcos mundiais para desafiar tabus sobre o nu artístico.

Inclusive, ela chegou a ser presa após ser fotografada no complexo do Templo de Karnak, perto da cidade egípcia de Luxor.

As imagens de Papen nua nadando com os tubarões foram usadas no calendário 2021 da Earth Family.

Aloha Friday, Marisa! Nós concordamos com você: é preciso olhar para os tubarões com carinho.

Marisa Papen apresenta  Earth Family (família terrena)

Leia abaixo o texto de Marisa apresentando a sua “Família Terrena”:

Nos últimos 5 anos, meus pés descalços vagaram livremente pelas fronteiras humanas, eles exploraram os cantos da religião e alcançaram as profundezas de nossos oceanos.

Em um fluxo constante, fluído como a água, meu caminho foi traçado aleatoriamente por minha profunda curiosidade. Mesmo assim, não corrigido e imprevisível. Tive uma constante em minha vida, ao meu lado, em todos os momentos, a Mãe Natureza. Minha curadora. Minha fonte eterna de beleza e inspiração.

Ela me fez mudar de forma e me transformar em estados que pareciam ‘não eu’ de longe, mas de dentro, era.

Eu abracei sua sabedoria e lancei ideias fixas, eu estava carregando.

Há muito mais luz quando você não está preso.

Em minhas mãos abertas, um mar de tempo fluiu enquanto eu deixava de ir as versões anteriores de mim.

Por volta do final de 2019 – tendo este tempo em minhas mãos – eu senti meus dedos apontando meu espírito na direção desta energia curadora.

Fundei minha própria organização sem fins lucrativos; Família da Terra. Uma visão de igualdade. Uma plataforma para abrir mentes e corações com a arte como ponte.

Para libertar todos os seres, para alargar o nosso círculo de compaixão, para restabelecer a nossa relação profunda com a Terra, para normalizar o corpo e para ver a nossa pele como um recipiente sagrado para os nossos corpos espirituais.

A Earth Family opera como uma agência criativa, produzindo arte / ativismo interno, mas também emprestando seus serviços e conhecimento gratuitamente a outras organizações sem fins lucrativos alinhadas ao ethos, para que sua mensagem / trabalho possa alcançar mais almas.

Falando na linguagem da arte, a rede de artistas da Earth Family é cuidadosamente selecionada – eles são alguns dos melhores em seu campo, têm um grande coração para o planeta e desejam ativar mentes e gerar consciência.

A Família da Terra compensa os artistas de maneira justa por seu compromisso, visões, talentos e habilidades. Eu vejo este manifesto como uma chance de corrigir os erros. Para reunir e reescrever. Para ser uma família terrestre.”

Saiba mais sobre o projeto aqui.

 

+Notícias

Vale a pena surfar em...

Sabemos que a alimentação adequada é fundamental para a saúde, e quando abordada no...

Foi a melhor sessão de...

Será que o sábado, 16/01, foi o dia da melhor sessão de tow in...

Lar Mar: Felipe Arias deixa...

Aos poucos a comunidade do surf paulista e amantes do lifestyle praiano em geral...

Fotógrafo fratura as costas durante...

O fotógrafo australiano Ryan Moss fraturou as costas enquanto registrava imagens do swell histórico...