Mikey Wright e Isabella Nichols são os grandes campões do Boost Mobile Pro Gold Coast em South Stradbroke Island, Austrália.

O evento, válido como segunda etapa do Grand Slam of Surfing australiano, aconteceu em South Stradbroke Island ondas de até 2 metros, em condições desafiadoras.

Afastado das competições há 18 meses devido a uma lesão, Mikey Wright mostrou que, de fato, está com o surf no pé.

Dessa forma, Wright venceu o wildcard local, Liam O’Brien, com uma exibição dominante na grande final, com direito a maior pontuação do evento: 9.83.

Ele agora está empatado com Ethan Ewing na liderança do ranking do Grand Slam of Surfing australiano.

“É ótimo conseguir a vitória e eu tive ótimas baterias neste evento. Estas ondas pesadas realmente combinam comigo”, declarou o campeão.

O wildcard local Liam O’Brien, contudo, deu muito trabalho durante todo o evento conquistando algumas das maiores pontuações no primeiro dia da competição.

“Eu nem pensei que iria competir neste evento, então chegar à final é bastante surreal”, disse O’Brien, mas sem disfarçar que buscava o pódio:

“Teria sido bom chegar à vitória, mas Mikey mereceu, ele realmente dominou o heat, por isso tiro-lhe o chapéu. ”

Isabella Nichols mostra serviço

Isabella Nichols

Isabella Nichols. Foto: WSL / Kelly Cestari

2019 foi um ano marcante para Isabella Nichols, que assegurou uma vaga no Championship Tour (CT) para a temporada 2020.

Contudo, com a turnê cancelada, Nichols ficou desapontada com a eliminação prematura no Tweed Coast Pro, no mês passado em sua “estreia” no Tour.

Dessa forma, a australiana chegou determinada a fazer bonito em South Stradbroke Island, dominando cada heat ao longo dos dois dias do evento.

Na final, Nichols enfrentou Sophie McCulloch e assumiu o controle da bateria desde o início.

Por outro lado, McCulloch lutava entrar em sintonia com o mar, mas não teve êxito.

Com esta vitória e a eliminação de Tyler Wright no início da primeira rodada ontem, Nichols assume agora a liderança do Grand Slam australiano a um evento do fim do circuito, o Margaret River Pro.

“Eu realmente gosto deste tipo de ondas, embora tenha sofrido muitos wipe-outs ao longo deste evento, mas é ótimo ter conquistado a vitória. Tive um início muito nervoso no evento Tweed Coast e estava ansiosa para compensar isso aqui – ganhar é uma sensação incrível. Estou ansiosa para Margaret River, mal posso esperar ”, disse Nichols.

Bateria de legends

Brendan 'Margo' Margieson

Brendan ‘Margo’ Margieson. Foto: Foto: WSL / Kelly Cestari

Além da vitória de Mikey Wright e Isabella Nichols, outro ponto alto do Boost Mobile Pro Gold Coast foi a bateria entre ícones do surf da Austrália.

O campeão mundial de 1999 Mark ‘Occy’ Occhilupo enfrentou Bede Durbidge, Dean Morrison, Brendan Margieson e Kieren Perrow numa disputa de encher os olhos.

Em trinta minutos, os legends mostraram que que ainda estão com o surf afiado e chama de competidor acesa.

No final, contudo, foi o free-surfer Brendan ‘Margo’ Margieson quem conquistou a vitória com um incrível tubo.

Foi uma honra ser convocado para este evento e poder surfar com alguns dos meus grandes amigos e surfistas favoritos. Sinto que tive sorte de conseguir aquele tubo, porque todos ainda têm muito talento – estou muito feliz por ter tido esta oportunidade”, comemorou Margieson.

Capa: Mikey Wright. Foto: WSL / Cestari