Publicidade:


Publicidade:

Mar, doce Lar: pesquisadores comprovam benefícios dos espaços azuis

Sabemos que as pessoas têm maior probabilidade de apresentar transtornos mentais em áreas com maior densidade populacional.

Superlotação, poluição, violência urbana e menos apoio social, podem ser fatores contribuintes, e isso está se tornando mais um desafio à medida que mais pessoas ao redor do mundo se mudam para as cidades.

+ Os benefícios dos espaços azuis
+ A respiração correta revolucionará sua vida. Entenda e pratique
+ 5 dicas de como sobreviver no oceano, com o havaiano Koa Smith

No entanto, muitos estudos mostram que quando as pessoas estão mais próximas da natureza, elas ficam menos estressadas e seu humor e saúde mental em geral melhoram.

Tem havido muita pesquisa sobre o uso de paisagens terapêuticas nas cidades para levar os benefícios de estar na natureza para mais pessoas.

Mas embora muitos estudos tenham se concentrado em espaços verdes, os pesquisadores também começam a olhar para os benefícios de saúde de viver perto da água.

Os benefícios dos espaços azuis

Até agora, os estudos comprovam que as pessoas que vivem perto da água têm menor risco de morte prematura, menor risco de obesidade e geralmente relatam melhor saúde mental e bem-estar.

Esses espaços azuis também reduzem a lacuna entre as áreas menos e mais ricas sob o risco de morrer prematuramente.

Embora estar perto da água melhore o bem-estar das pessoas, nenhuma pesquisa ainda mostrou que isso reduz a incidência de transtornos mentais.

A maioria dos estudos também se concentrou em cidades costeiras, em vez de cidades.

Considerando que mesmo cidades sem litoral são construídas em torno de recursos hídricos como canais, rios e lagos, a pesquisa do World Economic Forum teve como objetivo descobrir seus benefícios para a saúde e como eles poderiam ser reaproveitados para melhorar a saúde mental das pessoas que vivem nas cidades.

Morar perto e ter mais espaço azul dentro de sua vizinhança pode aumentar significativamente seus níveis de atividade física.

Espaços azuis também mostraram reduzir o estresse e a ansiedade, enquanto aumentam o humor e o bem-estar psicológico das pessoas.

Os pesquisadores que estudam os efeitos do espaço azul fornecido por meio da realidade virtual também descobriram que as pessoas o veem como restaurador, fascinante e preferível a um ambiente construído.

Isso mostra como a tecnologia pode ser usada como uma forma de estudar como estar perto da água afeta as pessoas.

A próxima área de pesquisa será entender como os espaços azuis beneficiam as pessoas dessas maneiras.

“Também achamos que ter mais extensões de água nas cidades poderia melhorar a saúde da população de outras maneiras, como reduzir o calor e diminuir a poluição do ar,” escreve o Fórum Econômico Mundial.

Leia aqui a matéria na íntegra.

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias

Italo Ferreira e o aéreo...

Em seu pós-bateria, Italo Ferreira vai até o armário dos competidores, coloca sua prancha...

Treino na Jaguaruna em véspera...

A equipe dos Jaguaboys realizou mais uma expedição off-shore em busca das grandes ondas...

“Parei com carne vermelha e...

O Circuito Mundial de Surf de 2021 começou com muitas mudanças para Gabriel Medina. Como...

Possível ataque de tubarão em...

Um bodyboarder está desaparecido desde a semana passada na África do Sul e as...