Yago Dora é o campeão da primeira edição do Red Bull Airborne, campeonato de aéreos da WSL que aconteceu nesta segunda (8) em Hossegor, França. O campeonato idealizado e organizado pelo ex-top do CT e notório aerialista Josh Kerr levou boa parte da atual elite para a água, enquanto outros seguiram no stand-by à espera da chamada para o Quiksilver Pro, antepenúltima etapa do Circuito Mundial de 2018.

Na grande final, Yago fez sua melhor nota em uma esquerda em que combinou dois aéreos. A melhor nota da final e também a melhor manobra isolada de todo o campeonato foi de Griffin Colapinto, um reverse aterrissando no flat com um eixo bastante radical.

“Ser incluído nesse grupo de surfistas foi uma honro para mim, e sair daqui com a vitória foi irado”, disse Yago, no pódio. “É muito legal vencer o primeiro Airborne. Os aéreos são o futuro do esporte, então eu fico muito feliz mesmo por vencer”, continuou o catarinense.

Yago, Griffin e Jack Freestone no pódio

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Congratulations @yagodora winner of the #RedBullAirborne @redbull 🚀

Uma publicação compartilhada por World Surf League (@wsl) em

Josh Kerr havia prometido uma avaliação rigorosa. Aéreos tradicionais, mais seguros e não tão altos não seriam pontuados como se fosse uma etapa do CT.

O resultado foi um campeonato de nota baixas, no geral, apesar de algumas boas manobras. Chippa Wilson, um dos garotos-propaganda do evento, arriscou sempre os aéreos mais radicais nas baterias qualificatórias. Não completou nenhum e ficou na antepenúltima posição. Matt Meola, outro dos destaques nas prévias da competição, foi à final com aéreos conservadores.

Nenhum dos primeiros colocados nessa fase inicial – Kalani David, Eithan Orborne, Jack Freestone, Griffin, Yago e Meola – completou alguma manobra extraordinária. O mesmo se repetiu na final. As onda ainda estavam pequenas e o line-up, de leitura complicada, dificultando a tarefa de achar as melhores rampas.

Filipe Toledo, atual líder do ranking da WSL, havia sido escalado para o evento originalmente, mas aparentemente optou por não participar. Gabriel Medina, vice-líder, não foi convidado.

Confira os melhores momentos:

Red Bull Airborne – Ranking final:
1 – Yago Dora (BRA) 18.27
2 – Griffin Colapinto (USA) 17.21
3 – Jack Freestone (AUS) 15.3
4 – Kalani David (HAW) 5.66
5 – Matt Meola (HAW) 5.40
6 – Eithan Osborne (USA) 0.00

Rankings da primeira fase:
1 – Kalani David (HAW) 16.83
2 – Griffin Colapinto (USA) 14.29
3 – Yago Dora (BRA) 13.83
4 – Matt Meola (HAW) 12.46
5 – Eithan Osborne (USA) 12.34
6 – Jack Freestone (AUS) 11.26
7 – Leonardo Fioravanti (ITA) 9.84
8 – Jordy Smith (ZAF) 9.80
9 – Albee Layer (HAW) 9.76
10 – Eric Geiselman (USA) 9.60
11 – Mason Ho (HAW) 9.17
12 – Leif Engstrom (USA) 8.63
13 – Kael Walsh (AUS) 8.36
14 – Maxime Huscenot (FRA) 6.20
15 – Italo Ferreira (BRA) 4.96
16 – William Aliotti (FRA) 2.60
17 – Chippa Wilson (AUS) 1.46
18 – Sebastian Williams (MEX) 0.00