Discussões e brigas envolvendo surfistas e motivadas por disputas e incidentes dentro da água não são nenhuma novidade. No fim do mês passado, na Austrália, a situação chegou a um extremo. A ex-surfista profissional Jodie Cooper (foto de capa, à esquerda) está acusando Marc Thomson (foto de capa, à direita), também surfista, de tentar afogá-la durante uma sessão em Lennox Heads, praia no estado de New South Wales, leste do país.

Segundo Cooper, o homem forçou sua cabeça abaixo da superfície da água repetidas vezes, e só parou quando ela simulou estar desacordada.

Veja também

A denúncia feita pela surfista foi revelada nesta semana pelo jornal australiano Daily Telegraph, e será levada à corte. “Vamos alegar que ele segurou embaixo da água até o ponto em que ela achou que ia se afogar”, afirmou o chefe de polícia local Cameron Lindsay

A tentativa de afogar a surfista aconteceu depois que Mark entrou em uma onda em que Jodie já vinha surfando. Quando a ex-profissional foi tirar satisfação, foi violentamente agredida.

Jodie, durante sua carreira como profissional

“Fui criada para ser uma pessoa forte, e vou me defender sempre”, disse ela ao jornal. “É normal frustrar-se no surf, e está se tornando um esporte popular e as praias estão cada vez mais cheias, então é preciso que haja regras. Este sujeito, ele não respeita regras, ele dropou em cima de mim”, disse Cooper.

Mark Thomson é pai do shaper e também surfista Daniel Thomson, responsável pelas mundialmente famosas pranchas Tomo. Ele nega que tentou afogar a surfista, mas confirma que houve uma briga dentro da água.

Texto: Redação HC
Imagens: reprodução/Facebook