No Cigar traz um Julian Wilson maduro e consciente por trás de uma alucinante – mas fracassada – campanha rumo ao primeiro título mundial

Por Redação HC

Julian Wilson chegou muito perto, mas não conseguiu, no final de 2018, seu primeiro título mundial. Talvez sirva como consolo o belo vídeo produzido por seu amigo Jimmy Lees, que grudou no australiano durante sua campanha no Pipe Masters.

“No Cigar” não poderia de jeito algum ser o vídeo mais feliz do mundo (Gabriel Medina não permitiu), mas tampouco se afunda num amargor contemplativo ou no clichê da fera ferida que promete voltar mais forte do que nunca.

Com belas imagens, o filme retrata um Julian Wilson maduro e consciente por trás das cenas do último capítulo do surf profissional de 2018 que todos nós já vimos. Com um olhar muito mais íntimo do que estamos acostumados, as imagens são da vivência com a esposa e a pequena filha, da camaradagem com outros australianos, de algumas boas ondas e da resolução de tudo isso.

Um bom filme que nos faz sentir falta de uma produção parecida sobre nossos surfistas – Medina, Italo, Filipe e de quase todos os outros.

Assista.

Veja também: Yago Dora, Michael Rodrigues e Mason Ho em decolagens absurdas na piscina de Waco