Gabriel Medina mostra muita intimidade com os tubos de Pipeline em primeira queda no pico antes do Pipe Masters, que vai decidir o título mundial

Por Redação HC

Gabriel Medina chegou ao North Shore de Oahu um pouco mais tarde que seus rivais. Ou pelo menos depois de Filipe Toledo, que vem correndo todas as etapas da Tríplice Coroa Havaiana. Sobre Julian Wilson, ninguém tem muitas notícias por enquanto. Os três decidirão, a partir do dia 8, no Billabong Pipe Masters, quem será o campeão mundial de 2018.

Apesar de recém-chegado, Gabriel já mostrou, em sua primeira queda no pico, porque foi duas vezes finalista ali e é considerado um dos melhores tube-riders da atualidade. O crowd em Pipe costuma ser selvagem e a briga por qualquer onda é acirradíssima. Ainda assim, o local de Maresias aparentemente pegou uma onda atrás da outra, tirando tubos limpos e perfeitos – ainda que o dia, provavelmente, não estivesse assim.

A sessão foi registrada pelas lentes do drone comandado pelo japonês Bali Satoshi e ainda conta com ondas de Ian Gouveia e outros surfistas que aproveitaram um dos dias de campeonato em Sunset para achar os tubos no Banzai Pipeline. Assista!

Veja também: Eli Olson pegou a maior onda da história na remada? Assista