Um grupo de pesquisadores do Arquivo Internacional de Ataques de Tubarão conseguiu identificar a espécie responsável pelos primeiros ataques na região de Nova York em mais de 70 anos. Os cientistas utilizaram o DNA presente no pedaço de um dente que havia ficado na perna de uma das vítimas dos ataques.

Após comparar a amostra com o DNA de 900 espécies, eles chegaram à conclusão de que se tratava de um tubarão-tigre. O resultado da pesquisa foi publicado nesta quarta (5) na revista norte-americana Nature.

O tubarão-tigre é uma das três espécies que mais atacam seres humanos, ao lado do tubarão branco e do tubarão-cabeça-chata. Este último, junto com o tigre, é o responsável pela grande maioria dos ataques na região de Recife, em Pernambuco.

Relembre:
Dois ataques de tubarão no mesmo dia fecham praias e levam pânico a Nova York

Os ataques aconteceram em julho deste ano, em Fire Island, próximo ao local que recebeu a etapa do WCT de Nova York em 2011. Um menino de 12 e uma menina de 13 foram mordidos na mesma praia em um intervalo de poucas horas, forçando as autoridades a fecharem o local para banhistas. Os dois receberam primeiros-socorros e não sofreram maiores sequelas.

Na ocasião, o chefe dos bombeiros de Ocean Beach, Ian Levine, afirmou que ataques na região são extremamente raros. Desde que os registros começaram a ser feitos, no início do século 20, apenas 10 ataques foram registrados até hoje, sendo o último deles no ano de 1948.

Texto: Redação HC
Imagem: reprodução