Prove que é um ser humano: 2   +   7   =  

Um tubarão branco voltou a paralisar a competição na madrugada desta quinta (5), último dia do Corona Open J-Bay, sexta etapa do circuito mundial de surf disputada nas direitas de Jeffreys Bay, na África do Sul.

O tubarão apareceu no final da primeira bateria do dia, paralisando imediatamente a disputa entre o australiano Wade Carmichael e o californiano Conner Coffin, válida pelas quartas de final do campeonato.

Os jet-skis de apoio acompanharam o tubarão até que ele alcançasse uma distância considerada segura pela organização, já bem distante da praia e do local onde os atletas se posicionam para esperar as ondas.

A cena foi praticamente uma repetição do que já havia acontecido nesta terça (3), no segundo dia de competição em Jeffreys Bay.

A estrutura para proteção contra possíveis ataques foi muito reforçada no local depois que o tricampeão mundial Mick Fanning foi atacado, ao vivo, durante a bateria final do campeonato de 2015 em Jeffreys Bay, em 2015, do qual milagrosamente escapou sem nenhuma lesão.

A WSL voltar a incrementar o aparato de segurança contra ameaças de ataques por tubarões depois do cancelamento de etapa de Margaret River, no início deste ano. Na ocasião, dois ataques foram registrados nas redondezas no mesmo dia, mas nenhum deles foi na área de competição.

A competição em Jeffreys Bay já foi retomada e deve ser encerrada nesta quinta mesmo. Assista ao vivo aqui:

VEJA TAMBÉM:

Jeffreys Bay, dia 3: Medina e Filipe brilham e tem duelo marcado


Assine nossa newsletter e receba toda semana os conteúdos mais incríveis da Hardcore