Guitarrista foi responsável por emplacar hits como “Misirlou”, tema do filme Pulp Fiction. Ainda não foi confirmada a causa da morte

Por Redação HC

Dick Dale, lenda da guitarra do surf, faleceu no sábado (16) aos 81 anos. Apesar de não confirmada a causa da morte, ele lutava há alguns anos contra um câncer renal e diabetes.

Nascido em 1937 em Boston e criado na Califórnia, Dale foi um músico atípico. Aprendeu a tocar guitarra sozinho e com as cordas invertidas, já que não sabia regular  o instrumento para alguém canhoto. “O maldito livro nunca me disse que eu estava jogando de cabeça para baixo”, ressaltou em um recente concerto.

Veja também: Mudança no formato do CT é irrelevante, diz Alex Guaraná

Ao longo de sua história, Dale se firmou como o criador da surf music, um estilo caracterizado por sons estridentes de guitarra e reverberações de instrumentos como o saxofone.

Os shows do guitarrista fizeram sucesso por suas apresentações fora do convencional. Dick era ativo, sempre “invadia” os espaços de outros instrumentos para tirar uma palhinha de seus múltiplos talentos musicais e manteve isso mesmo com os problemas de saúde.

Dale também ficou conhecido no cenário de Hollywood. Foram diversas participações em filmes de surf, seja com músicas ou atuações.

Um de seus maiores sucessos veio com o hit Misirlou. A música foi gravada por Dick e sua banda The Del Tones em meados dos anos 60, mas foi ter real repercussão apenas em 1994, quando o diretor Quentin Tarantino adotou sua estridente guitarra em Pulp Fiction.

Confira abaixo a obra prima de Dick Dale, “Mirislou”, em uma de suas primeiras apresentações em 1963: