Após rompimento com a Quiksilver, fundação familiar encontra novos patrocinadores para realizar o Eddie Aikau em Waimea

Por Redação HC

No último sábado (24), a fundação Eddie Aikau anunciou o retorno do mais tradicional de todos os campeonatos de surf de ondas grandes em Waimea. “Os Aikaus fizeram uma parceria com novos patrocinadores para celebrar e honrar a vida e o legado de nosso irmão, Eddie”, disse Solomon Aikau em um comunicado distribuído à imprensa.

Os novos parceiros são as escolas Kamehameha, o Waimea Valley e uma secretaria do governo para assuntos locais, conforme anunciado pelo jornal local Hawaiian News Now.

Veja também: Lucas Chumbo fez a manobra do ano em Nazaré? Assista e opine

O Eddie Aikau, disputado na remada na baía de Waimea, no North Shore de Oahu, estava “embargado” desde 2017, quando discordâncias contratuais nunca explicitadas fizeram a família romper o contrato com a Quiksilver, antiga patrocinadora do evento.

Apesar da convocação anual, em todo inverno havaiano, o campeonato não acontecia em todas as temporadas. Ele apenas era convocado oficialmente caso uma ondulação de peso (informalmente, algo acima dos 30 pés) apontasse com perfeição para Waimea.

Assim, desde a primeira edição, na temporada 85-86 do inverno havaiano, apenas nove edições do evento haviam sido realizadas, contribuindo para o mito em torno do campeonato e sua seleta lista de vencedores. A última edição foi disputada em fevereiro de 2016, com vitória do local havaiano John John Florence, que até então ainda não havia vencido nenhum de seus dois títulos mundiais.

A lista de vencedores inclui nomes como Kelly Slater, Bruce Irons, o big rider Greg Long e nomes históricos do surf no North Shore, como Keone Downing e Clyde Aikau.

Veja também: Quem é o maluco que jogou na remada no meio do tow in em Nazaré?

Imagem: Divulgação/WSL/Quiksilver