Australiano Kieren Perrow afirmou que quer passar mais tempo em casa com sua família; ex-top do WCT, californiano Pat O’Connell assume o cargo

Por Redação HC

A WSL anunciou nesta segunda (11) a saída do australiano Kieren Perrow do cargo de comissário do Circuito Mundial. Para seu lugar, a entidade já anunciou a entrada de outro ex-top do WCT, o californiano Pat O’Connell. Kieren esteve nessa posição nos últimos seis anos, tendo como principal tarefa a avaliação das condições do mar e das previsões de ondas dentro das janelas de cada etapa e a decisão final sobre quando soar a buzina e colocar as baterias na água.

Ele voltará para a Austrália, onde vai seguir com um cargo na WSL, focado no “desenvolvimento e promoção de aspectos técnicos do esporte”, segundo o comunicado emitido pela entidade.

Veja também: Os estreantes da elite em 2019 – entrevista exclusiva com Deivid Silva

“Fui parte do surf profissional por toda minha vida e nunca imaginei que o esporte chegaria no nível que está hoje”, disse KP. “Ter podido viver meu sonho como um competidor no circuito enquanto também era um representante dos atletas foi um ponto alto em minha carreira. Entretanto, assumir o papel de Comissário do circuito e estimular novos talentos e caminhos para o desenvolvimento dos surfistas foi algo ainda mais recompensador. Estou realmente orgulhoso por tudo que minha equipe e a WSL alcançaram juntas. Com o novo cargo tendo uma posição fixa na sede em Los Angeles, aproveito esta oportunidade para deixar o cargo e passar mais tempo na Austrália com a minha família enquanto continuo fazendo parte do surf profissional de uma maneira mais focada”, completou.

Conhecido pela coragem e apetite em mares de consequência, Kieren ingressou na elite mundial em 2002, onde ficou até 2013, com um hiato de três anos entre 2005 e 2007. Em 2011, já como um dos veteranos do circuito, conquistou sua maior vitória, o troféu do Pipe Masters em um mar assustador em Pipeline.

Junto com a saída de Kieren Perrow, a WSL anunciou também uma mudança no nome e nas atribuições da posição. Pat O’Connell será o SVP, Tours & Head of Competition – algo como Vice-presidente de Esportes, Circuitos e Chefe de Competição. Isto é: apesar da nova nomenclatura, não foi esclarecido exatamente quais outras funções ele assumirá, além daquelas exercidas anteriormente pelo australiano.

Ao aceitar o convite, O’Connell deixa o cargo de vice-presidente de esportes da Hurley. O californiano demonstrou alegria e entusiasmo com a nova função. “Eu acredito na WSL, acredito no que ela pode se tornar e estou muito empolgado”. Ele começa oficialmente no cargo no dia 11 de março, com a abertura da janela do Quiksilver Pro e do Boost Mobile Pro, aberturas dos circuitos masculino e feminino, respectivamente, da elite mundial.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Today Commissioner Kieren Perrow announced he is stepping down to take on a supporting role at the WSL which will leverage his decades of experience in evolving and championing the technical aspects of the sport. . “I’ve been a part of professional surfing my entire life, and I never imagined it would get to the level it’s at today,” Perrow said. “To be able to live out my dream on tour as a competitor, while also being a surfer rep and board member, was a massive high point in my career. However, getting to transition into my role as Commissioner and foster new talent and development pathways for surfers, has been even more rewarding. I’m really proud of my team and the WSL for all we have achieved together. With the role now needing to be based in Los Angeles, I’m taking this opportunity to step down and spend more time in Australia with my family, while continuing to be a part of professional surfing in a more focused capacity.” . Pat O’Connell, former WSL CT competitor and current VP of Sports Marketing at Hurley, will succeed Perrow in the newly titled WSL role of SVP, Tours & Head of Competition, overseeing the Commissioner’s Office roles and responsibilities. O’Connell will be based out of WSL Headquarters in Los Angeles, California. . “Words can’t describe the amount of respect I have for the WSL, Kieren and his team,” O’Connell said. “From competitor to surfer rep to board member to commissioner, he really has given his all for surfing to get it to where it is today and I couldn’t be more thankful. It’s super hard to leave my family at Hurley as it’s been such a huge part of my life for more than 15 years. I’ve had an incredible experience at Hurley, but I’m beyond excited for the opportunity to lead the competitive aspects of surfing and further elevate the sport. I believe in the WSL, I believe in what it can be, and I’m stoked.” . Full story through the link our bio.

Uma publicação compartilhada por World Surf League (@wsl) em