Se você acompanha os tops nas redes sociais, pode notar que praticamente todos eles expressaram alegria e gratidão pela oportunidade de competir na piscina de ondas de Kelly Slater e da WSL. “Sou um fã do Surf Ranch”, disse Sebastian Zietz; “que exeriência incrível, obrigado WSL e Hurley por fazerem isso acontecer”, escreveu Michel Bourez. Com certeza, críticas ao evento por parte dos melhores surfistas do mundo não estavam no script. Mas o sul-africano Jordy Smith deixou escapar, sem-querer-querendo, em um comentário no meio de um post, uma opinião um pouco diferente.

“Jordy, você acha que a onda ficaria melhor para um campeonato se fosse um pouco mais lenta e sem tubo, permitindo alguns combos de manobras mais sinistros sem perder a onda?”, perguntou o californiano Shane Beschen, ex-top do WCT e vice-campeão mundial em 1996.

Veja também

“Absolutamente. Acho que o tamanho equivale à profundidade daquele tubo e, honestamente, meu pai consegue pegar um tubo na piscina. Um tubo no oceano é muito recompensado porque é difícil prever um e é difícil de aparecer um. Mas o rancho é previsível e realmente não muito empolgante para os espectadores depois de ver o décimo surfista seguido ficar 10 segundos no tubo”, respondeu Jordy.

“Jordy, eu concordo. Os momentos em que você, Kolohe, Julian, Filipe, Medina e Yago quebraram foram irados, eu queria ver mais disso. O tubo parece legal de surfar, mas é simplesmente muito pequeno e previsível para ser empolgante para quem assiste. É interessante, tenho certeza que vão fazer mudanças para o próximo ano. Mas é difícil substituir Lower e Fiji para quem assiste”, tornou Shane.

Quem também quebrou o script e entrou na conversa foi o campeão mundial de 1988 e comentarista ocasional na transmissão oficial, Barton Lynch. “Shane, isso é exatamente o que eu acho. É tudo muito acelerado, com pouco tempo para um arco completo”, comentou BL

Jordy Smith foi um dos surfistas que reclamaram muito da avaliação dos juízes no Surf Ranch. Em uma de suas melhores ondas, completou um rodeo flip e recebeu uma nota na casa dos sete pontos, enquanto Kelly Slater, por exemplo, superou a casa dos oito pontos sem arriscar nenhuma manobra mais progressiva.

O evento da piscina ainda está mesmo em fase de testes e deve melhorar nas próximas edições – tanto o formato quanto em ajustes na onda. Mas é fato que a opinião dos tops sobre o Surf Ranch Pro não é assim tão unânime quanto as aparências indicam.

Texto: Redação HC
Imagens: WSL/reprodução