Dobradinha brasileira de Jessé Mendes e Alex Ribeiro elimina Kelly Slater no QS 6 mil de Manly, em Sydney

Por Redação HC

A volta de Kelly Slater ao QS ganhou amplo destaque da World Surf League durante esta semana, mas acabou durando pouco. Nesta quinta (21), o onze vezes campeão mundial foi atropelado por uma inspirada dupla de goofy-footers brasileiros, Jessé Mendes (foto de capa) e Alex Ribeiro, no Vissla Sydney Surf Pro, etapa de 6 mil pontos da divisão de acesso.

Na quinta bateria de um dia, Jessé e Alex encaixaram um surf porrada em esquerdinhas já um pouco melhores que as da quarta-feira. Ambos superaram a casa dos 14 pontos na soma, colocando-se entre as melhores apresentações do dia.

Veja também: Australiano será o primeiro a representar nação indígena no CT

Atual campeão da Tríplice Coroa Havaiana, Jessé ficou com o primeiro lugar da bateria ao somar 14,67 pontos, terceira melhor apresentação do dia entre homens — apenas o australiano Jordan Lawler e o japonês Reo Inaba surfaram melhor aos olhos dos juízes.

Slater bem que tentou. Surfou seis ondas ao longo dos 25 minutos de bateria, fazendo apenas 3,33 pontos na melhor delas. Foi eliminado com um total de 6,53 pontos.

Vale destacar que, apesar de um pouco melhores, as condições ainda estavam longe do ideal em Sydney. A pontuação baixa de Slater não é exatamente um indicativo tão fiel do estado de seu surf, que deve ser mais testado (e exibido) a partir de 3 de abril, na abertura do CT com o Quiksilver Pro, na Gold Coast.

Alex Ribeiro em Manly, Sydney

Após vencer o 6 mil de Newcastle, Alex Ribeiro segue em grande forma na perna australiana

Um surfista que vem mantendo ótimo ritmo e sintonia com as ondas de Manly é o uruguaio-brasileiro Marco Giorgi. Escalado no início da etapa entre a rodada de abertura, junto com os surfistas de seeding mais baixo, Marco passou nesta quinta pela sua terceira bateria no campeonato, garantindo-se entre os 24 melhores. Nesta quinta, vinha passando por um sufoco até a reta final de sua bateria, quando conseguiu uma emocionante virada e passou para a primeira posição.

Quem também já se garantiu no round 4 é o paulista Thiago Camarão, que vem de um de seus melhores anos no QS em 2018, quando chegou ao North Shore de Oahu com chances de classificação ao CT. Ao que tudo indica, Camarão está mantendo sua crescente nas competições. Ele passou com a segunda posição em duelo vencido pelo australiano Nicholas Squiers. Nessa mesma bateria, Tomas Hermes foi eliminado, na terceira posição.

Além de Tomas, Bino Lopes e Michael Rodrigues foram eliminados em Manly. Do time brasileiro, Ian Gouveia, Jadson André, Mateus Herdy e Weslley Dantas ainda vão surfar no round três, que foi paralisado após a oitava bateria.

Para ver resultados detalhados e rever as baterias, entre aqui.