O primeiro dia de competição no Corona Open J-Bay teve uma série de novidades: Joel Parkinson se aposenta no fim do ano, Kelly Slater se aposenta no fim de 2019, as transmissões apenas no Facebook já começaram (mal), a seleção de futebol chegou às quartas de final da Copa do Mundo e um dos principais candidatos ao título da temporada no mundial de surf da WSL disse um adeus precoce à competição nas direitas rápidas e geladas de Jeffreys Bay.

A última dessas novidades acabou sendo a nota mais relevante desta segunda. Diferente da maioria dos dias inaugurais de etapas do WT, a abertura do Corona Open chegou ao round 2.

Kieren Perrow decepcionou uma parte enorme da comunidade brasileira ao anunciar que a organização aproveitaria o dia para correr duas baterias do round 2. As baterias – a segunda delas envolvendo apenas surfistas brasileiros – coincidiriam com a partida da seleção pelas oitavas de final na Rússia. “Eu fiz minha parte aqui, quero ver essa molecada aí na Rússia! Se não ganhar tem que vir aqui, entrar na água gelada e pisar em marisco”, brincou Filipe Toledo na entrevista após vencer sua bateria no round 1. Ele saiu da água, se secou, trocou de roupa e foi torcer. Ítalo Ferreira e Wiggolly Dantas (foto) colocaram a roupa de borracha e foram pra água.

VEJA TAMBÉM

Kelly Slater está construindo uma piscina em Tóquio para as Olimpíadas?

Peterson Crisanto vence em Ballito, vira líder do QS e se aproxima da elite

Vídeo demonstra eficiência de “repelente” de tubarão

O atual número três do mundo começou o dia dividindo o line-up com o maior campeão da história em seu retorno às competições. Quem se sobressaiu foi Kanoa Igarashi, californiano que defende a bandeira do Japão. Quando a segunda bateria do round dois, entre Ítalo e seu compatriota Wiggolly Dantas, entrou na água apenas dois goofys tinham conseguido vencer, Yago Dora e Gabriel Medina. O terceiro também seria um brasileiro.

Wiggolly Dantas luta para se recolocar na elite no próximo ano. Teve uma chance como convidado no Rio e ficou na 25ª posição. Não vem conseguindo bons resultados no QS. Seu backside, outrora um dos mais elogiados dos top 34, voltou a aparecer com classe em J-Bay. A vitória sobre Ítalo, além de pontos e premiação, restaura um pouco da confiança tão necessária a qualquer atleta em um esporte individual. Guigui deve pegar um seed alto no próximo round, provavelmente Julian Wilson. Tem jeito melhor de manter a confiança em alta?

Gabriel Medina avançou com tranquilidade em uma bateria nacional com Miguel Pupo e Tomas Hermes. Yago Dora venceu pela segunda vez no ano no round 1. O começo ruim de ano parece cada vez mais uma etapa já superada pelo mais badalado rookie brasileiro. Mas as marcas ainda estão aí. Para sobreviver na elite, Yaguinho vai precisar de mais alguns resultados bons. Willian Cardoso, ao contrário, manteve a regularidade e venceu em uma onda em que já era esperado que seu surf se encaixasse bem.

Ian Gouveia, Adriano de Souza, Jessé Mendes, Michael Rodrigues, Miguel e Tomas ainda disputam o round dois, provavelmente na madrugada desta terça (3).

Texto: Redação HC; foto de capa: Pierre Tostee/WSL

Corona Open J-Bay – resultados do round 1

1: Frederico Morais (PRT) 11.93,  Jordy Smith (ZAF) 10.17, Michael February (ZAF) 7.24
2: Sebastian Zietz (HAW) 14.03, Michel Bourez (PYF) 13.67, Ian Gouveia (BRA) 6.66
3: Kanoa Igarashi (JPN) 13.50, Italo Ferreira (BRA) 11.94, Kelly Slater (USA) 8.73
4: Gabriel Medina (BRA) 11.83, Tomas Hermes (BRA) 7.83, Miguel Pupo (BRA) 6.73
5: Filipe Toledo (BRA) 13.84, Matt Wilkinson (AUS) 12.14, Wiggolly Dantas (BRA) 10.67
6: Joel Parkinson (AUS) 10.10, Julian Wilson (AUS) 9.90, Matthew McGillivray (ZAF) 9.86
7: Willian Cardoso (BRA) 12.30, Keanu Asing (HAW) 11.76, Ezekiel Lau (HAW) 11.06
8: Conner Coffin (USA) 16.14, Joan Duru (FRA) 15.67, Owen Wright (AUS) 12.73
9: Kolohe Andino (USA) 14.87, Mikey Wright (AUS) 13.26, Patrick Gudauskas (USA) 6.00
10: Yago Dora (BRA) 13.23, Adrian Buchan (AUS) 11.67, Adriano de Souza (BRA) 11.23
11: Griffin Colapinto (USA) 13.63, Wade Carmichael (AUS) 12.23, Jesse Mendes (BRA) 10.94
12: Jeremy Flores (FRA) 15.80, Connor O’Leary (AUS) 15.07, Michael Rodrigues (BRA) 10.96

Resultados do round 2:
1:
 Julian Wilson (AUS) 14.43 def. Matthew McGillivray (ZAF) 13.50
2: Wiggolly Dantas (BRA) 11.77 def. Italo Ferreira (BRA) 9.73

Próximas baterias do round 2:
3:
 Michel Bourez (PYF) vs. Miguel Pupo (BRA)
4: Jordy Smith (ZAF) vs. Kelly Slater (USA)
5: Owen Wright (AUS) vs. Ian Gouveia (BRA)
6: Adrian Buchan (AUS) vs. Michael February (ZAF)
7: Michael Rodrigues (BRA) vs. Keanu Asing (HAW)
8: Wade Carmichael (AUS) vs. Joan Duru (FRA)
9: Adriano de Souza (BRA) vs. Patrick Gudauskas (USA)
10: Mikey Wright (AUS) vs. Jesse Mendes (BRA)
11: Ezekiel Lau (HAW) vs. Connor O’Leary (AUS)
12: Tomas Hermes (BRA) vs. Matt Wilkinson (AUS)


Assine nossa newsletter e receba toda semana os conteúdos mais incríveis da Hardcore