A ilha de Fukushima abriga algumas das melhores ondas do Japão. Mas foi praticamente abandonada a partir de março de 2011, quando um potente terremoto e o tsunami que veio na sequência devastaram completamente o local. Uma das instalações comprometidas foi uma usina nuclear, que vazou radiação para o oceano e comprometeu a vida na ilha.

Mais de sete anos após o desastre, a comunidade do surf local acredita que as praias de Fukushima já estão seguras. Ele fazem medições constantes dos níveis de radiação no ar, na areia e na água, e afirmam que têm registrado índices idênticos aos do período anterior ao terremoto.

Veja também

Shigenori Suzuki é surfista e morador do ilha na época. “Eu fazia roupas de borracha para água fria e também era dono de uma loja de surf com minha esposa. Mas então veio o terremoto e as pessoas não podiam mais entrar no mar, então tive que fechar minha loja. Eu tinha planos para o futuro naquela época, mas as coisas mudaram muito”, conta ele em um mini-documentário produzido pelo Canal Olímpico. Para ele, Fukushima tem as melhores ondas do Japão.

“A costa de Fukushima era um paraíso para os surfistas. As pessoas que não surfam não têm noção do valor disso”, conta Hideki Okumoto, professor da Universidade de Fukushima. “O desastre teve um impacto enorme em nosso futuro. Fukushima com certeza seria escolhida como a sede do campeonato de surf nos Jogos Olímpicos de 2020”, afirma o acadêmico.

Ele reconhece que a radiação é um problema. “Temos que enfrentar essa questão. A cidade e os surfistas fazem testes com a dosagem da radiação por conta própria. Nós acreditamos que o oceano está limpo e seguro aqui, mas é difícil fazer os outros acreditarem”, explica ele.

A principal luta do surfistas e antigos moradores do local é para que as pessoas voltem a enxergar a ilha de Fukushima como um local seguro para que construam suas vidas – e para que voltem a surfar as melhores ondas do Japão.

Assista ao filme que conta essa história:

Veja também


Assine nossa newsletter e receba toda semana os conteúdos mais incríveis da Hardcore