Gabriel Medina e Ítalo Ferreira escreveram na tarde desta segunda-feira o que pode ser considerado no mínimo um apelo por mais segurança e no máximo um pedido para que a etapa de Maragaret River seja encerrada neste momento.

No Instagram, os dois tops brasileiros expressaram sua preocupação em relação a dois ataques de tubarão a surfistas nas proximidades dos picos do Margaret River Pro em um período de menos de 24h nesta segunda.

“Não me sinto seguro treinando e competindo neste tipo de lugar, a qualquer hora pode acontecer com algum de nós”, escreveu o campeão mundial de 2014.

“A segurança dos atletas não é prioridade? Já tivemos vários alertas. A vida vale mais que isso”, questionou Ítalo, atual dono da camisa amarela ao lado do australiano Julian Wilson.

Até o momento, nenhum dos outros tops se manifestou a respeito. Ricardinho Toledo, pai de Filipe Toledo, foi um dos que manifestou apoio ao protesto no post de Ítalo Ferreira. 

Confira abaixo, na íntegra, as declarações de Gabriel e Ítalo: